Polícia Civil prende três homens acusados de tráfico e apreende 20 quilos de cocaína

Também foram apreendidos 32 quilos de pó mágico, usado para mistura com droga.

FOTOS: DIVULGAÇÃO (DEGEPOL)

A equipe de policiais civis da Delegacia Especializada de Narcóticos, sob o comando dos delegados Ulisses de Souza e Cláudio Henrique, realizou uma operação que culminou com a prisão de três pessoas e na apreensão de 20 quilos de droga. A ação foi resultado de um trabalho de investigação que durou cerca de duas semanas. A equipe investigava uma denúncia anônima acerca de uma quadrilha que estaria traficando drogas nos estados do Rio Grande do Norte e da Paraíba, e possivelmente refinando a droga em Natal.

As informações obtidas pela Polícia davam conta de que havia um veículo do modelo Celta, branco, vindo da cidade de João Pessoa para buscar droga em Natal. A partir dessa informação os policiais da DENARC deram início a diligências e por volta das 16h, flagraram o veículo na Avenida Antônio Basílio, onde já se encontrava um veículo Golf, de cor prata, o aguardando. Quando o Celta se aproximou um elemento saiu do Golf e passou duas sacolas para o Celta.

Neste momento a equipe de policiais fez a abordagem dos elementos e constataram que havia quatro tabletes de cocaína na sacola, totalizando 20 quilos. Após a apreensão dessa droga, e prisão dos ocupantes dos veículos - identificados como José Pereira da Silva Neto, de 24 anos, e Fabrizio da Silva Pinheiro, de 40 anos, ambos naturais da Paraíba, e Augusto Jonatas Brito Ribeiro, 23 anos, natural do Rio Grande do Norte – os policiais seguiram em diligência até chegar em uma residência no Barro Vermelho, que funcionava como refinaria da droga.

No local foram apreendidos três prensas hidráulicas, produtos utilizados para refinar a droga, 32 quilos de pó mágico (avaliado em R$ 160 mil reais), uma pistola .40, um revólver .45, uma arma calibre 12 e uma granada. A droga apreendida, se fracionada, está avaliada em cerca de 1 milhão e 200 mil reais.

Paralelamente à investigação sobre a quadrilha que atua em João Pessoa e Natal a Polícia também vinha monitorando uma movimentação estranha em um posto de gasolina na Grande Natal e nesta quinta-feira, ao seguir um veículo que saia do posto, chegou a um condomínio de luxo e fez uma abordagem no local para verificar se existia alguma ligação entre as pessoas que foram seguidas e os traficantes que foram presos.

Durante a ação foi descoberto que no local funcionava uma casa de jogos. Na residência foram encontradas 30 máquinas, 17 jogadores (incluindo os que estavam no carro que foi seguido) e 4 funcionários. Durante a abordagem o proprietário da casa, Ney Willian de Araújo, ofereceu a importância de 5 mil reais a um agente de Polícia Civil para que o mesmo amenizasse a situação.

Ney recebeu voz de prisão em flagrante por corrupção ativa, assinou um termo circunstanciado de ocorrência pela exploração do jogo de azar e encontra-se preso. Somente durante esta semana a DENARC já prendeu 11 pessoas por tráfico de drogas.

*Portal BO
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário