PRF apreende carga de explosivos que estavam sendo trazidos para o RN.


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) aprendeu 2.500 explosivos no município de Chorozinho, que estavam sendo levados para a cidade de Seridó, no Rio Grande do Norte (RN) nesta quarta-feira (18). Os explosivos, parte deles já prontos para serem detonados, estavam sendo transportados de maneira irregular.

Conforme a PRF, a irregularidade foi flagrada durante uma blitz, no município de Chorozinho. Segundo o condutor do carro que transportava os explosivos, em um veículo Fiat Strada, ele pegou a carga no município de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza, e levava o material para o Rio Grande do Norte.

O motorista do veículo foi detido com a carga avaliada em R$12 mil, contendo 2 mil espoletas desmontadas, 500 espoletas prontas para o uso e cerca de 1.500 metros de cordel detonante (tubo recheado de explosivo especial com nitropenta com velocidade de detonação de 7,2 km por segundo).

Ele informou que estava fazendo a entrega para uma pedreira no RN e apresentou a cópia de um documento que autoriza que ele transporte a carga. No entanto, segundo a PRF, o modo de como o material altamente inflamável e perigoso estava sendo transportado estava errado. De acordo com a PRF,

O material apreendido estava acondicionada na parte traseira do veículo e sob os bancos, próximo ao motorista, dentro de caixas de papelão, o que não é permitido. Segundo a PRF, a maneira correta e segura de transportar esse tipo de material é acondicionado dentro de receptáculos (compartimentos de ferro robusto).

A carga foi apreendida e encaminhada para o Exército que assumirá as investigações sobre o caso. Conforme a Polícia, esse tipo de explosivo é comumente utilizado em explosões contra caixas eletrônicos e possuem alto poder de destruição.

Fonte: Diário Nordeste.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário