Policia Federal apreende cerca de 1300 quilos de maconha em Feira de Santana no Estado da Bahia

Caso ocorreu em Feira de Santana e suspeita é de venda em micareta. 

Sete suspeitos foram presos e negaram que sejam donos das drogas.


Mais de uma tonelada de maconha foi apreendida na manhã desta quarta-feira (1º), na cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 quilômetros de Salvador, durante operação da Polícia Federal (PF). A apreensão ocorreu em um posto de combustíveis, na BR-116, e sete pessoas foram presas - seis homens e uma mulher. 

A PF acredita que tenha sido a maior apreensão de drogas registrada na cidade e que parte seria vendida durante a Micareta de Feira de Santana, no fim do mês. 

De acordo com a PF, a droga foi encontrada no fundo falso de um caminhão de boiadeiros. A corporação relata que o caminhão que fazia o transporte da maconha partiu do estado do Mato Grosso do Sul, mas o destino final não foi revelado. 

"É uma investigação que já estava em andamento e hoje houve a consumação, no sentido de que foram detidas essas pessoas - o motorista que estava dirigindo o veículo, outros que foram aprontar o caminhão e outros que foram recepcionar o motorista", informa o delegado federal Wal Goulart. 

Segundo Goulart, no domingo (29), também foi apreendido caminhão com 225 Kg de maconha prensada no município em uma ação preventiva por conta da micareta. "Essa é mais uma operação e outras vão ainda ocorrer antes da micareta no sentido de diminuir a violência da cidade. É o que todos nós queremos. Uma micareta de paz, tranquila e, para isso, retirada a droga você diminui sensivelmente a violência", afirma o delegado. 

A operação que apreendeu o caminhão de maconha contou com agentes da Paraíba. Todos os presos negaram que sejam proprietários das drogas.
 

Portal G1/BA - informações da TV Subaé/Imagens Ed Santos - Acorda Cidade)

*O Câmera
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário