Agentes penitenciários promovem ato na Governadoria e paralisação em presídios

Categoria pede valorização profissional e reestruturação do Sistema Penitenciário.


Durante toda esta quarta-feira (20), os Agentes Penitenciários do Rio Grande do Norte estão de braços cruzados. A categoria realiza uma paralisação de 24 horas, bem como promove ato público em frente à Governadoria. O objetivo é chamar atenção da sociedade e do Governo do Estado para a falta de valorização e o caos no Sistema Penitenciário.

De acordo com os Agentes Penitenciários, desde que começou o ano, o novo governador ainda não deu nenhuma perspectiva concreta do planejamento para o resgate da categoria e do Sistema Penitenciário.

“A sociedade acompanhou, nos últimos meses, rebeliões, fugas e mais fugas e nós agentes penitenciários é que estávamos na linha de frente de tudo isso. Essa situação, aliás, não é de agora. Há anos o Sistema Penitenciário do RN vive no caos, mas o governador Robinson, que afirmou que seria o governador da Segurança, ainda não deixou claro o que pretende fazer para mudar esse quadro”, afirma Vilma Batista, presidente do Sindasp-RN.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Agentes, a categoria esperava que o Governo do Estado se preocupasse pelo menos em valorizar os servidores, enviando para a Assembleia Legislativa o projeto do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos Agentes Penitenciários.

“Essa seria uma medida que, nesse primeiro momento, iria estimular e resgatar a dignidade dos agentes penitenciários. Poucas pessoas conhecem a realidade de uma unidade prisional. Vivemos praticamente no lixo que é jogado debaixo do tapete pelos governantes. Diariamente, colocamos nossas vidas em risco, não apenas porque estamos lidando com criminosos perigosos, mas também porque as cadeias do RN são focos de doenças infectocontagiosas”, declara.

Os Agentes Penitenciários esperavam que o Governo do Estado desse uma resposta sobre o envio do PCCR da categoria até esta terça-feira, como tinha sido acordado em reunião realizada com o governador Robinson Faria no último dia 14. “Esperamos até às 19h desta terça-feira e não tivemos nenhuma resposta”, completou Vilma Batista.

Durante a paralisação de 24 horas desta quarta-feira, apenas os serviços básicos e de urgências estão sendo mantidos nas unidades prisionais.


*Portal BO
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário