Prefeitura inicia retirada de barracas do Centro de Mossoró


As secretarias Municipal de Meio Ambiente e de Serviços Urbanos, com apoio da Guarda Municipal e das polícias civil e militar, iniciaram a retirada das barracadas de camelôs das calçadas do Centro de Mossoró, atendendo determinação judicial que já transitou em julgado, ingressada na Justiça pelo Ministério Público Estadual conforme a Lei de Acessibilidade. 

O trabalho começou logo após a meia noite. A Guarda Municipal, liderada pelo tenente coronel Alvibá Gomes e o chefe da Guarda Jailson Nogueira, e os guardas municipais de trânsito fecharam a rua Coronel Gurgel no trecho da Rua Augusto Severo até a esquina da Riachuelo. Em seguida chegaram dezenas de caminhões. 


Policiais armados não tiveram o que fazer. Os guardas de trânsito controlaram o trânsito de ruas vazias durante a madrugada. Assim que os caminhões chegaram, os fiscais da Secretaria de Meio Ambiente iniciaram o desmonte das barracas móveis, catalogando cada uma para não se perderem no galpão da Prefeitura Municipal que fica na região Leste de Mossoró. 

O trabalho começou pelo início da Rua Coronel Gurgel. O secretário de Segurança e Defesa Social disse que pelo menos 16 pontos do Centro de Mossoró precisam passar por intervenção. Enquanto alguns servidores da Secretaria de Serviços Urbanos iam desmontando as barracas vazias, outras equipes colavam um papel avisando da interdição no trailer 


Não houve confronto, mas houve protesto, mesmo que de forma silenciosa. A vendedora Kátia Lúcia lamenta que o gestor municipal não ter construído um prédio novo. “Talvez por falta de recursos”, admite. Kátia Lúcia reclama também da forma como foram retirados. “É muita polícia. Não precisava tratar os vendedores assim”, informa. 

As barracas fixas foram notificadas pela Secretaria de Meio Ambiente e têm até terça-feira desta semana para retirar seus objetos e/ou arrancar seus treileres, se assim desejar. O secretário Alvibá Gomes disse que se que a notificação não for suficiente para os comerciantes saírem das calçadas, ele admite que vai processar um a um até que a decisão seja cumprida. 

Haviam alguns comerciantes assistindo o trabalho dos fiscais e do policiais. Eles contaram que com a retirada dos ambulantes, as suas lojas terão mais visibilidade e mais facilidade de acesso. Não concorda com a retirada dos comelôs, porém ressalta que "estas pessoas tem que trabalhar, fazer algo que não seja ilícito. 


A Secretária de Comunicação, Mirela Ciarlini, também acompanhou a retirada das barracas móveis a citação oficial das barracas que tem os pés chumbados no concreto e solo. “Terá uma coletiva de imprensa logo cedo para o secretário Alvibá Gomes explicar a ação”, diz Mirela Ciarlini.

Retirado do Mossoró Hoje
*O Câmera
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário