Governo determina retorno de policiais e bombeiros militares cedidos

Estima-se que aproximadamente 800 policiais atuam em outros órgãos.


O governador Robinson Faria determinou, através do decreto nº 25.303, assinado nesta quarta-feira, 24, o retorno de policiais e bombeiros militares cedidos a órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário, do Ministério Público, do Tribunal de Contas e dos Municípios. A medida entra em vigor nesta quinta-feira, 25, mediante publicação do Diário Oficial do Estado (DOE).

Após publicação, os policiais e bombeiros têm prazo de 30 dias para retornarem a sua corporação de origem, como determina o documento assinado também pela secretária de Segurança e Defesa Social, Kalina Leite, e pelo secretário de Planejamento e Finanças, Gustavo Nogueira.

A determinação não se aplica apenas se o Poder ou o órgão cessionário decidir por suportar, à conta dos seus orçamentos, o pagamento das remunerações dos policiais e bombeiros que estejam a sua disposição.

*Portal BO
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

8 comentários

Clique aqui para comentários
Anônimo
Administrador
25 de junho de 2015 13:04 ×

Isso é besteira. Rosalba disse que faria a mesma coisa e entregou o estado do jeito que está, a pm trabalhando em desvio de função. "Peixe é peixe" bote isso na cabeça, os policiais nessa condição ainda recebem boas gratificações. Enquanto os policiais de ruas, se não fizerem lavações, bicos, ou fechamento de comércio, não gannham nada a não ser processos e desrespeito de uma população hipócrita, que tem a polícia que merece pra aprender a votar e deixar de ser burro.
Ôh classe besta é essa de praças da PM. Todo mundo enrola com promessas insignificantes de direitos que já é dela.
O que você acha que o governo receber solicitações por parte de juízes, promotores, desembargadores, etc? Vai negar? Quando essa turma sentir falta dos cachorrinhos dela vai pedir e ser atendida. Quem tem dúvida disso?
É só conversa fiada do governo de um estado que há muito tempo está perdido na insegurança.
Outra coisa: Se acontecer isso e esse efetivo for pra rua, que todo mundo sabe que não vai(vão para o administrativo da pm), será a salvação, ou o governo vai gastar mais ainda com a contratação de segurança privada?
Era pra se fazer um estudo do adm da pm e seu enorme efetivo, que tanto serviço é esse? bem como o real destino das diárias operacionais, dinheiro meu, seu e de todos os assalariados.

Responder
avatar
Anônimo
Administrador
25 de junho de 2015 14:06 ×

Gostei de mais do decreto do governador ,só assim acaba com os folgados da pm que estavam a disposição da civil aqui em patu

Responder
avatar
Anônimo
Administrador
26 de junho de 2015 14:06 ×

Qui em patu acabou meu amigo a mamada de quem queria vida de má demanda ,agora é trabalho na rua pm tem que trabalhar e não ficar jogando dominó o dia todo.

Responder
avatar
Anônimo
Administrador
27 de junho de 2015 09:43 ×

E esses babões de Patu tão errados? Se tivesse oportunidade quem iria era eu e aposto que você também, se não for burro. Quem é que vai deixar de trabalhar menos, se arriscar menos e ganhar mais? Você tá é com inveja, isso se não for burro. O que é que a rua dá?

Responder
avatar
Azevedo Carneiro
Administrador
28 de junho de 2015 07:40 ×

@Anônimo Pelo contrário amigo, esses policiais Militares que trabalham nas delegacias, tanto em Patu, quanto em Pau dos Ferros, eles trabalham muito mais do que uma simples escala de serviço. Esses policiais são heróis no meu entender. Sei que não é a função de um PM, mas eles não estão em desvios de função, eles estão trabalhando com a mesma função, que é da segurança do nosso estado. Se não fossem esses homens, a Polícia Civil não existiria no interior do estado, e portanto, não haveria investigação de crimes.

Eles apenas não vestem as fardas e só.

Essa é apenas minha opinião, e que qualquer pessoa pode descordar, só não pode é postar comentários ofensivos e não se identificar. Deixe seu nome, bote a cara a tapas, ou você é mais um PM escondido nas sombras?

Responder
avatar
Anônimo
Administrador
28 de junho de 2015 08:44 ×

Olha sou pm e não acho certo eu ficar fazendo bicos pois já tenho meu salário que já corro risco de mais ,e não arisco minha vida por bicos .
quem fazem bicos está correndo risco duas vezes a mais .

Responder
avatar
Anônimo
Administrador
1 de julho de 2015 01:33 ×

Não coloco minha cara a tapa e me escondo no anonimato porque não gosto, só isso. Mas sou policial e um homem tão, ou mais direito que você.
Penso o que postei. Respeito seu posicionamento, apesar de discordar dele.
Você se contradiz quando fala: sei que sabe que não é a função de um PM, mas eles não estão em desvio de função. Como é que pode? Se exerce função que não é função dele está em desvio. Outra, você diz que não pode postar comentários ofensivos e não se identificar, mas você autorizou.
Azevedo, leia o comentário outra vez, ele não tem nada de ofensivo, foi um apoio a quem está a disposição, visto que um colega denominou de folgado quem se encontra nessa condição.
Por último, até onde eu saiba a atribuição da PM é manter a ordem pública e a prevenção de delitos, a da PC é de investigação de crimes consumados. Note que são funções bem distintas e em tempos distintos, uma atua antes e outra após crimes. Se a função fosse a mesma não precisaria ser uma PM e outra PC.
Ofensivo foi sua replica. Venho ao seu blog por tê-lo como sério e importante veículo de informação. Expresso minha opinião, você não foi capaz de intepretar, ou eu de deixar mais claro e sou agredido, sendo tratado como um covarde.

Responder
avatar
Anônimo
Administrador
3 de julho de 2015 10:03 ×

Nesse blog os comentários são melhores que as notícias.

Responder
avatar

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário