Operação do MP apura fraude, desvio de dinheiro e afasta prefeito de Umarizal-RN


Carlindson Onofre Pereira de Melo foi afastado da Prefeitura de Umarizal.
Operação Negociata cumpriu ainda 15 mandados de apreensão e 6 de prisão.


Prefeito de Umarizal Carlindson Onofre Pereira de Melo
(Foto: Arquivo Pessoal)

O prefeito de Umarizal Carlindson Onofre Pereira de Melo, mais conhecido como Mano, foi afastado do cargo no início da manhã desta quarta-feira (29) durante a operação Negociata. Deflagrada pelo Ministério Público, a ação apura fraudes e desvio de recursos através de um convênio firmado com o banco Gerador S.A. O afastamento do prefeito se deu a pedido do procurador geral de Justiça Rinaldo Reis.

O G1 tentou falar com os advogados do prefeito, mas não conseguiu contato.

Além do afastamento do prefeito, 17 promotores de Justiça, delegados e agentes de Polícia Civil deram cumprimento a 15 mandados de apreensão, seis de prisão preventiva e três de condução coercitiva (com o uso da força se necessário) em Umarizal, Martins, Natal e Parnamirim.

Segundo o MP, os mandados foram expedidos pelo Tribunal de Justiça e pelo Juízo da Comarca de Umarizal. Participam da operação a Procuradoria Geral de Justiça, Promotoria de Umarizal e do GAECO, com apoio da Polícia Civil, atuam na operação nesta quarta-feira.

O esquema
Ainda de acordo com o MP, o chefe do executivo de Umarizal tem envolvimento direto no esquema. Em razão disso, o procurador geral de Justiça, Rinaldo Reis, pediu o afastamento de Carlindson Onofre Pereira de Melo do exercício do mandato. A decisão favorável, no entanto, foi do desembargador Expedido Ferreira, que também determinou pelo cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa do prefeito e no gabinete dele na sede da prefeitura.

“No curso da investigação, restou evidenciada a existência de um esquema de desvio de dinheiro através do Termo de Convênio celebrado entre a Prefeitura Municipal de Umarizal e o Banco Gerador S.A. para a concessão de empréstimos consignados e financiamentos aos servidores ativos e inativos daquela edilidade, pelo qual foram firmados 109 empréstimos dessa natureza na Prefeitura de Umarizal, sendo liberado nas contas dos interessados o valor total de R$ 1.571.792,33, o que gerou um saldo devedor aproximado de R$ 2.043.625,34 atualizado até o ano de 2014”, afirmou o Ministério Público.

Entretanto, ainda segundo as investigações, dos 109 beneficiários dos empréstimos, 98 sequer fazem parte do quadro de servidores públicos do Município de Umarizal. “Tais empréstimos tiveram início no ano de 2010, na gestão do ex-prefeito e um dos investigados, e prosseguiu, até meados do ano de 2013. Portanto, no início da gestão do atual prefeito”, acrescentou.

O MP afirma também que os investigados, “de forma organizada e com divisão de tarefas, fraudavam contracheques e, após o depósito do dinheiro nas contas dos beneficiários por parte do banco, sacavam e transferiam o montante em benefício do grupo criminoso e para financiar a campanha eleitoral do candidato vencedor das eleições locais de 2012”.

Do G1 RN

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

7 comentários

Clique aqui para comentários
Anônimo
Administrador
30 de julho de 2015 06:36 ×

Tá com medo de postar os comentários?

Responder
avatar
Azevedo Carneiro
Administrador
30 de julho de 2015 07:31 ×

O medo aqui não parte deste blogueiro, pois meu nome é Azevedo. A questão é que os comentários são todos anônimos, e todos atingem diretamente a pessoa do prefeito, e não o cargo que ele exercia até ontem. E, na verdade, eu respeito a Justiça, ao contrário de alguns blogueiros analfabetos que tem por aí que não pesam o que escrevem e depois vão ter que responder na justiça.

Identifique que eu publico, só assim será você que responderá pelas agressões verbais e não eu.

Obrigado.
Sargento Azevedo



Portanto, cidadão ELEITOR, se

Responder
avatar
Anônimo
Administrador
30 de julho de 2015 09:17 ×

Respeito opinioes de todos ...mas porque o sr resolveu nao publicar as opinioes dos anonimos se a grande maioria dos comentarios aqui ja publicado na sua pagina foram anonimas em assuntos anteriores, onde esses mesmos ofendia pessoas idependentes de culpados ou nao. Se quer exigir identificaçoes ja que se diz justo..deveria se fazer assim para todos.

Responder
avatar
Azevedo Carneiro
Administrador
30 de julho de 2015 11:45 ×

@Anônimo PORQUE QUEIRA VOCÊ OU NÃO, O PREFEITO É UMA AUTORIDADE.


Responde?

Se não responde não posso fazer nada, não sei quem você é!

Responder
avatar
Anônimo
Administrador
30 de julho de 2015 12:20 ×

Quando virá em Olho d'Água do Borges? Aguardando ....

Sr. Fernandes Maia Carlos

Responder
avatar
Anônimo
Administrador
31 de julho de 2015 03:01 ×

parabéns blogueiro, se alguém quer bater, que bata com os comentários no GESTOR e não na pessoa física dele. SOFIA.

Responder
avatar
Anônimo
Administrador
1 de agosto de 2015 15:48 ×

Interessante que, exitem os canais de denuncia...o blog é um deles...mas sempre se cobra que devemos denunciar, e quando fazemos isso mesmo sem citar nomes, o blog nao publica, e como é isso? Cade a imparcialidade? Infelizmente isso não funciona ...e fosse pra so fazer denuncia com identificação nao deveria existir a oçao de ANONIMO.

Responder
avatar

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário