Em um mês, terceiro caso de estupro coletivo é registrado em Natal

Crime mais recente aconteceu neste sábado (15) no bairro Planalto.
Casal foi levado para matagal, onde jovem foi abusada por três homens.


Estupradores surpreenderam casal em estrada de terra que liga os bairros de Felipe Camarão e Planalto, na Zona Oeste de Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Mais um caso de estupro coletivo foi registrado em Natal. A vítima, uma jovem de 18 anos, foi levada para um matagal e abusada sexualmente por três homens. O crime aconteceu na tarde deste sábado (15) em uma estrada de terra que liga os bairros de Felipe Camarão e Planalto, na Zona Oeste da cidade.

Segundo a Polícia Militar, a jovem estava acompanhada do namorado em uma motocicleta quando os criminosos surpreenderam o casal. Em meio ao matagal, o homem foi amarrado. Na fuga, os estupradores levaram a moto.
O crime tem as mesmas características de outros dois casos registrados na capital potiguar em um mês. Os outros dois estupros aconteceram no conjunto San Vale, que é próximo ao bairro Planalto.
De acordo com o depoimento registrado pelo namorado da vítima na Delegacia de Plantão da Zona Sul de Natal, os estupradores ainda renderam um segundo casal e também roubaram a moto e os pertences pessoais. A segunda mulher, no entanto, não sofreu violência sexual. Os criminosos ameaçaram as vítimas com uma faca.
Ainda no sábado, a polícia conseguiu recuperar as duas motocicletas roubadas. Os veículos foram encontrados no bairro de Felipe Camarão graças ao rastreador instalado em um deles.
Segundo a polícia, vítima reconheceu retrato falado do estuprador (Foto: Divulgação/Polícia Civil)Vítima do segundo caso reconheceu retrato falado
de suspeito (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Estupros

O primeiro caso de estupro coletivo ocorrido no San Vale foi registrado no dia 17 de julho. Um casal, também em uma motocicleta, foi abordado por suspeitos que pararam o veículo após jogarem um pedaço de madeira na pista.

As vítimas foram rendidas e levadas para um matagal, onde aconteceu o abuso. Os suspeitos do crime fugiram na motocicleta do casal e em um cavalo. No dia seguinte, a Polícia Civil divulgou o retrato falado de um dos suspeitos, feito com base no depoimento da vítima.

O segundo caso, também ocorrido no conjunto San Vale, foi no dia 8 deste mês. De acordo com a PM, três homens fizeram umaarmadilha com arame farpado para parar um motociclista que levava uma mulher na garupa. Os bandidos colocaram o arame estirado de um poste até uma árvore, atravessando a pista. O rapaz que conduzia a moto não viu o arame e foi atingido no peito. Ele acabou perdendo o controle do veículo e o casal caiu.

Em seguida, o homem e a mulher foram arrastados para dentro de uma região de mata fechada. O jovem foi agredido e a garota, violentada. Neste caso, a mulher identificou um dos agressores como sendo o mesmo do retrato falado divulgado pela Polícia Civil.

Os estupros ocorridos no San Vale estão sendo investigados pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) da Zona Sul da capital.

*G1/RN
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário