Homem é morto com tiro nas costas em Extremoz

O crime é considerado um mistério pela Polícia Civil


Um homem identificado como Denis Max Varela, foi assassinado com um tiro nas costas, dentro de uma residência, na rua Felipe Camarão, na cidade de Extremoz, região Metropolitana de Natal. O crime, segundo a polícia é considerado um mistério por causa da falta de informações e pelo fato de nenhum morador local ter testemunhado o fato.

Os policiais militares da cidade receberam a informação do homicídio por volta das 20h e declararam que o jovem foi seguido pelo assassino que atirou apenas uma vez acertando as costas de “Chocolate”, como era mais conhecida a vítima. Uma mulher, que preferiu não ter a identidade revelada, informou que era mulher de Denis e que não sabia dizer o por que do crime. “Ele não tinha inimigos, nunca foi preso e não reclamou se estava sendo ameaçado por alguém”, disse.

Policiais da Dehom (Delegacia Especializada de Homicídios) estiveram na cena do crime, assim como os peritos criminais do ITEP. Todas as providências investigativas foram tomadas, porém poucas informações colhidas no local, devido principalmente a lei do silêncio que impera na cidade. Denis Max tinha 38 anos e já tinha sido preso por agredir a ex-companheira.

*Portal BO
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário