Investigadas por desvios de R$ 5,5 milhões são liberadas da prisão

Foto: Magnos Nascimento/Tribuna do Norte

Investigada por desvios de R$ 5,5 milhões dos cofres da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte, a procuradora-geral da casa, Rita das Mercês Reinaldo, e sua assessora Ana Paulo Macedo Moura, foram liberadas da prisão.

Estavam com prisão preventiva decretada desde a última quinta-feira, a pedido do Ministério Público Estadual, que investiga o caso a fundo há vários anos. A decisão liberando as investigadas foi assinada pelo desembargador Virgílio Macêdo Junior.

O pedido de habeas corpos foi feito pelo advogado Flaviano da Gama Fernandes. Já a liberdade de Ana Paula foi feita pelo advogado Sérgio Banhos. Rita das Mercês e Ana Paula estavam presas no Complexo Penal João Chaves, na zona norte de natal.

As duas foram liberadas no início da noite.

Com informações da Tribuna do Norte.
*Mossoró Hoje
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário