Queda de energia elétrica gera princípio de tumulto no Presídio Provisório de Caraúbas


CARAÚBAS (RN) – Na noite desta segunda-feira, dia 17 de agosto, uma queda de energia elétrica, causou um princípio de tumulto entre os presos do Presídio Provisório "Manoel Alves Pessoa Neto, em Caraúbas.

Após queda de energia, os presos se exaltaram, as luzes ascendiam e apagavam e o medo tomou conta dos presos devido os últimos acontecimentos na Unidade Carcerária, onde 4 detentos foram mortos cruelmente e 5 ficaram feridos.

Os presos começaram a fazer barulho e baterem com panelas nas grades para chamarem a atenção dos Policiais e Agentes Penitenciários. O GTO de Apodi e Mossoró foram acionados e se encontram neste momento na Cadeia Pública de Caraúbas, já o GTO de Patu está a caminho para se juntar com os demais.

De acordo com a Polícia Militar, o motivo das quedas de energia elétrica na Cadeia Pública de Caraúbas é devido a chave do quadro de energia ser de 20 amperes, não suportar a força e acontece os apagões.

O outro problema é que ainda existe celas sem grades e por este motivo, a direção pediu reforço dos GTOs de Apodi, Patu e Mossoró. No momento, está tudo controlado e os presos estão calmos, porém apreensivos devido o últimos acontecimentos.


Icém Caraúbas
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário