Promoção de PMs é debatida e julgada pelo Pleno do TJRN

Em uma decisão apertada, em um placar de cinco votos a favor e quatro contra, o Pleno do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte votou na sessão dessa quarta-feira (30) pela concessão de Mandado de Segurança requerido por um policial militar que pedia a imediata promoção à graduação de Subtenente PM, a contar de 1º de janeiro de 2015. Por maioria, o plenário autorizou o pleito do servidor da instituição militar.

O conflito principal se estabeleceu em torno da Lei Complementar nº 515/2014, editada pelo Estado, que definiu um novo prazo para as progressões dos praças da Polícia Militar, e a legislação anterior, o Decreto nº 22.244/2011, o qual regia as promoções.

Para o relator do Mandado de Segurança, o desembargador Ibanez Monteiro, o princípio da não retroatividade de uma lei, a fim de anular os direitos de leis anteriores, não pode ser aplicado ao caso, já que a Lei Complementar de 2014 é quem trata de prazo das promoções, ao estabelecer três anos para a ascensão à nova patente. “O decreto anterior fala de critérios, mas não de prazo. Dessa forma, não há o que se falar de que a lei nova anula direitos anteriores”, defendeu o relator.

No entanto, para o desembargador João Rebouças, que apresentou voto divergente seguido pela maioria, a aplicação da nova LC não pode, sob nenhum aspecto, impedir o direito no qual se enquadra o MS em julgamento. A concessão também se estendeu a outros policiais militares, que também moveram recursos nesta quarta-feira.

(Mandado de Segurança nº 2015.010090-4)
 
*TJRN
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário