Deputado critica sistema de abastecimento de viaturas da PM e cita assalto a Pelotão

Kelps Lima afirma que má gestão facilita ação de bandidos.


O deputado estadual Kelps Lima fez duras críticas ao sistema de segurança pública do Rio Grande do Norte, em seu pronunciamento, nesta quinta-feira, na Assembleia Legislativa. “Enquanto o Governo obriga policiais a viajarem de Maxaranguape para botar gasolina em Natal, assaltantes invadem a cidade e roubam os correios e o próprio pelotão da PM”, disse o parlamentar.

O assalto ao qual o parlamentar se refere aconteceu nesta quarta-feira (30), quando os bandidos invadiram o prédio do Pelotão da PM em Barra de Maxaranguape e levaram armas, colete, munições e rádio comunicador. Em seguida, assaltaram uma agência dos Correios.

No momento do assalto, os policiais estavam com a viatura de Maxaranguape viajando para encher o tanque de gasolina em Natal, a 58 km de distância.

Kelps ressaltou que o abastecimento da polícia de Maxaranguape é igual a vários outros municípios do Estado, que precisam viajar longas distâncias para colocar gasolina em cidades próximas. Como exemplo, citou as viaturas de São Paulo do Potengi e São Tomé, que abastecem na capital todos os dias.

“Além de desperdício de dinheiro público, esse tipo de operação para abastecimento que obriga os policiais a viajar até 100 km para encher o tanque dos carros, todos os dias, em outras cidades, é uma das provas de que parte dos problemas financeiros do Governo do Estado é provocada pela má gestão que queima dinheiro público por falta de capacidade de gerenciamento técnico. Será que é impossível criar um sistema de abastecimento onde os carros da polícia possam encher o tanque na própria cidade onde está trabalhando?”, questionou.

*Portal BO
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário