“Loira do Mal” é presa suspeita de participar de roubo à joalheria em Natal

Uma equipe da 10ª. Delegacia de Polícia Civil prendeu Kilssia Carneiro Pereira “Loira do Mal”, de 24 anos de idade, na manhã de quarta-feira, 28 de outubro, acusada de ter participado, juntamente com outros dois suspeitos, de um assalto a uma joalheira no bairro do Alecrim, em Natal. O crime ocorreu na tarde desta terça-feira (27). 

A Polícia Civil conseguiu chegar até Kilssia, após a verificação de imagens de câmeras de segurança. De posse de tais imagens, a Polícia dirigiu-se até a residência onde a suspeita morava, no bairro de Neópolis, e encontrou no local mais da metade das jóias em ouro, que foram roubadas. A Polícia apreendeu diversos anéis, cordões e pingentes. 

A suspeita foi conduzida para a Delegacia Especializada de Furtos e Roubos (Defur) onde foi lavrado o auto de prisão. “Kilssia atuou no assalto facilitando o acesso dos outros dois suspeitos. Semanas antes, ela foi até a loja e fez um levantamento de como conseguiria entrar no estabelecimento. Vítimas do assalto reconheceram a suspeita na Delegacia, que será autuada por roubo qualificado”, detalhou o delegado titular da Defur, Herlânio Cruz.


*OCâmera

DO BLOG: Essa prática já virou profissão, e na cidade de Umarizal existem várias jovens que estão envolvidas nesse tipo de crime. Elas vão até o vendedor de jóias, selecionam e até compram algumas peças e em seguidas os comparsas chegam e fazem o assalto. Muitas delas são de famílias trabalhadoras e que se envolveram com bandidos e com as drogas.

Lamentável.  
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

2 comentários

Clique aqui para comentários
Anônimo
Administrador
29 de outubro de 2015 09:50 ×

Meu o Brasil e um país sem lei, então o crime compensa, e triste mais vou falar isso, vale a pena roubar.

Responder
avatar
Anônimo
Administrador
29 de outubro de 2015 18:09 ×

Isso mesmo Azevedo, ta cheinho de gente dessa espécie em Uzl.

Responder
avatar

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário