Chacina de mulheres em Itajá teria sido motivada por ciúmes, denuncia MPRN


O Ministério Público do Rio Grande do Norte, através da Comarca de Ipanguaçu, denunciou no último dia 29 de outubro, o agricultor Isaac Mendonça de Lucena, de 30 anos, pelo assassinato de cinco mulheres em junho de 2015, na cidade de Itajá, na região do Vale do Açu.

LEIA MAIS:

Segundo a denúncia, Isaac mantinha relacionamento amoroso com a vítima Luzia Domingos, há seis meses. Luzia também se relacionava com outra vítima, a Patrícia Regina Nunes, que gerenciava o bordel “Casa dos Drinks”, onde o crime aconteceu. 

Portanto, concluiu o MP, o acusado teria matado, inicialmente, Patrícia, por conta de ciúmes, pois desconfiava do relacionamento entre ambas. 

E por conseguinte, teria matado com tiros na cabeça, as outras quatro vítimas: Maria da Conceição Pedrosa Ferreira, Antônia Francisca Bezerra Vicente, Cássia Rayane Santiago Silva e Maria Daiane Batista, por serem testemunhas da morte de Patrícia. 

A denúncia do MP explica que a vítima Patrícia já havia sido ameaçada diversas vezes pelo acusado, inclusive, tendo ocorrido briga entre os mesmos, por conta de Luzia. O acusado teria ameaçado Patrícia, há cerca de um mês antes da chacina. 

O documento detalha que no dia 15 de junho, Isaac junto com dois outros suspeitos, ainda não identificados, foram até a “Casa dos Drinks”, em um veículo Celta e efetuaram os disparos, todos na cabeça das vítimas, com espingarda calibre 12. 

Patrícia era o alvo principal e as demais vítimas foram “queima de arquivo”, afirma a denúncia.

O MP relata que ainda na noite do crime, o Isaac ligou para Luiza e pediu para dormirem juntos, pedido não aceito por ela; em seguida, ele perguntou por sua filha, Daiane, também vítima da chacina. 

Na mesma noite, por telefone, o acusado teria ainda perguntado à Luzia: “Se eu for preso, você vai me visitar?” relata o documento do MP. 

Ao ser informado pela própria Luzia, sobre o assassinado de Daiane, o acusado não teria demonstrado surpresa. O acusado foi até o hospital, onde Luzia estava. 

Apesar de negar o crime, o Ministério Público aponta fortes indícios da autoria do crime, como o fato de o exame técnico ter encontrado resíduos de chumbo da possível arma nas mãos do acusado. 

Isaac Mendonça foi indiciado pelo MPRN por homicídio qualificado, por motivo torpe (em relação a Patrícia), e por impossibilidade de defesa por parte das outras quatro vítimas.

Denúncia do MPRN na íntegra: AQUI

*Mossoró Hoje
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário