152ª Morte violenta em Mossoró: Vingança é a motivação mais provável para o crime

A cidade de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte, registrou na madrugada de hoje, 13 de dezembro de 2015, mais uma morte violenta. 

O crime que pode ter como motivação, vingança, aconteceu por volta de 2 horas e 30 minutos da madrugada, durante uma movimentação festiva no bar parada certa, localizado as margens da Avenida Presidente Dutra, no Alto de São Manoel. 
O acusado foi preso

A central de operações da Polícia Militar foi acionada para uma ocorrência de disparos de arma de fogo e quando os militares chegaram ao local, encontraram Kaio Cesar Pereira da Silva, de 27 anos de idade, alvejado com dois disparos de arma de fogo e já sem vida. 

Segundo informações, o acusado que foi preso em flagrante, disse na Delegacia de Plantão para onde foi levado, que matou para vingar a morte de um filho de 14 anos, morto por Kaio Cesar há cerca de 6 anos. 

Segundo o Bacharel Teixeira Junior, Delegado de Plantão, o acusado confessor a informação de vingança. 

Depois dos procedimentos no local, o corpo de Kaio Cesar Pereira da Silva, foi removido e será necropsiado na base da Unidade Regional do Instituto Técnico e Cientifico de Policia, Itep em mossoró.

 


*OCâmera
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário