Apodi registra três homicídios em menos de uma semana

A violência vem tomando conta da pacata Apodi. Em menos de uma semana, três pessoas foram mortas, à bala por homens até o momento desconhecidos.

O medo tem tomado conta das pessoas e tem imperado, a lei do silencio, ninguém fala ou faz alguma denuncia anônima a policia, e os criminosos seguem impunes para praticarem mais crimes.

O primeiro crime foi registrado na manha de sexta-feira (25), no bairro Baixa do CAIC, zona periférica da cidade, o presidiário que cumpria pena em regime semiaberto, Ayrton Clayton Torres, 29 anos, natural de Apodi, sem profissão definida, sofreu dois tiros na cabeça e veio a óbito no local do crime. De acordo com a Polícia Militar, duas pessoas em uma motocicleta atiraram contra ele, que morreu no local. Não há informação sobre os autores.

O segundo homicídio, aconteceu em um bar localizado no Calçadão da Lagoa, principal ponto turístico da cidade. A vítima foi o pedreiro, Francisco das Chagas Gama, 45 anos, natural de Apodi. Chagas como era mais conhecido já tinha sido preso por crimes relacionados à violência doméstica. As únicas informações que a policia dispõe é que a vitima foi suspendida por quatro homens em um carro tipo gol de cor prata. O Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep/RN), fez a remoção do corpo para exames em Mossoró.

O terceiro assassinato, foi na comunidade rural de Laje do Meio, na região da Chapada do Apodi, distante cerca de 40 km do centro de Apodi. A vítima foi o agricultor, Francisco Menezes Rebouças, 42, agricultor, natural de Apodi. Neco da Laje do Meio, como era mais conhecida á vítima, também foi morta á tiros. Nego já foi investigado pela policia por envolvimento com o trafico de drogas e assaltos.

A reportagem do Blog Por trás das Grades apurou que Neco, estava em sua residência, e quatro homens chegaram em um gol prata e invadiram sua casa, e o assassinaram na frente aos familiares, com mais de 40 tiros de calibres variados. O rosto da vitima ficou irreconhecível.

Até o momento a policia não dispõe de nem um suspeito dos crimes em tela. Mas acredita que pelos indícios, acredita-se que quem matou Chagas Gama também matou Nego. 

Nos locais dos crimes, tem imperado o silencio, mas a população pode colaborar com as investigações, ligando para o Disque Denúncia da Policia Militar via 190, não é necessário se identificar.

*Por Trás das Grades
Montagem fotográfica: Umarizal News
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário