Suspeitos de roubar joalheria em Belém do Pará são presos na Paraíba

Três suspeitos do assalto em Belém foram identificados e presos.
Uma outra mulher foi presa por receptação, segundo a polícia.


Uma ação conjunta entre as polícias civis da Paraíba e do Pará desarticulou uma quadrilha especializada em roubo a joalherias. Quatro paraibanos foram presos e três são suspeitos de um assalto a uma loja em Belém. As prisões aconteceram em Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa e em Campina Grande durante a execução da 'Operação Princess', na última quarta-feira (9). 

Os envolvidos só foram apresentados nesta quinta-feira (10) durante coletiva de imprensa.

Uma das mulheres presas é apontada como sendo chefe da quadrilha. O delegado Thiago Dias do Grupo de Operações Especiais (GOE) do Pará, informou que a mulher já tinha mandado de prisão em aberto em três estados do Nordeste pela mesma prática criminosa.

De acordo com o delegado, três dos presos são suspeitos de envolvimento no furto de uma joalheria em um shopping de Belém, onde foram levadas peças avaliadas em aproximadamente R$ 3 milhões. Imagens do circuito interno do estabelecimento ajudaram na identificação dos envolvidos. Durante a operação, uma mulher também foi presa em flagrante por receptação de joias furtadas e ainda resistência e desacato.

Segundo Allan Terruel, delegado titular do GOE na Paraíba, a Polícia Civil paraibana agiu de forma integrada em relação ao que foi desenvolvido pela Polícia Civil do Pará, nos procedimentos de localização e cumprimento das ordens judiciais para a prisão de três suspeitos.Todos os presos foram encaminhados à sede do GOE, no Centro de João Pessoa, para os procedimentos necessários. Os suspeitos aguardam autorização judicial para que sejam encaminhados ao estado do Pará.

"Eles irão passar por um processo de acareação, vão ser formalizados alguns interrogatórios, fechar as lacunas. O delegado Thiago deve levar os envolvidos para Belém do Pará, para responder pelo crime lá, naquela comarca", explicou Allan Terruel.

O assalto a joalheria aconteceu no dia 20 de novembro dentro de um shopping na capital do Pará. As câmeras do circuito de segurança gravaram toda a ação do grupo, que usou um alicate para arrombar o cadeado da porta da loja, no momento em que o shopping center já estava fechado.

G1/PB
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário