Crispiniano é proibido de ir à manifestação e deve se apresentar à PM no domingo

A decisão é embasada em uma série de textos postados por Crispiniano em seu Twitter no último domingo
Devido às postagens polêmicas do presidente da Fundação José Augusto (FJA), Crispiniano Neto, relacionadas à imprensa e aos manifestantes em favor ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) no próximo domingo, a Justiça tomou uma medida preventiva.

Atendendo ao pedido da promotora Flávia Felícia, do Juizado Especial Criminal, o juiz Agenor Fernandes emitiu sentença proibindo Joaquim Crispiniano Neto de participar da manifestação e obrigando-o a se apresentar no Comando da Polícia Militar no domingo (13).

A decisão é embasada em uma série de textos postados por Crispiniano em seu Twitter no último domingo. Em um deles, o presidente da FJA incitou militantes a queimarem carros de imprensa.

A postura de Crispiniano foi repudiada pelos Sindicatos dos Jornalistas Profissionais e das Empresas de Comunicação, além dos movimentos de rua e das entidades empresariais.

A manifestação contra Dilma está prevista para iniciar às 15 horas, no entorno da praça cívica, em Petrópolis.

*Portal no Ar
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário