PGR e Ministério Público suíço estudam criação de grupo conjunto de investigação

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encontra-se nesta semana com representantes do Ministério Público da Suíça para discutir a criação de uma equipe conjunta de investigação. No próximo fim de semana, na Suíça, Janot terá uma reunião com o procurador-geral daquele país, Michael Lauber.

Na Procuradoria-Geral da República (P)R, estão em andamento três investigações que envolvem dados de pessoas que passaram pela Suíça: a Operação Lava Jato, o caso Swissleaks e o escândalo de corrupção na Fifa.

No caso da Lava Jato, por exemplo, uma das denúncias da Operação Lava Jato contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi baseada em extratos bancários de contas atribuídas a ele e sua esposa, Claudia Cruz. Fernando Migliaccio, um dos ex-executivos da empreiteira Odebrecht, foi preso na Suíça, em fevereiro, por suspeitas de movimentar contas offshore que teriam ligação com a empreiteira.

A agenda de Janot na Europa começou hoje (14) em Helsinque, na Finlândia, onde ele participa da uma reunião da Associação Internacional de Procuradores (IAP).

Edição: Nádia Franco/Agência Brasil
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário