Três meses após ser baleado durante assalto, policial civil morre no hospital

Agente Gilmar estava internado no Walfredo Gurgel.


Morreu na madrugada desta segunda-feira (29), o policial civil Gilmar Bernardino de França. Ele estava internado no Hospital Walfredo Gurgel desde o dia 20 de novembro de 2015, após ser baleado durante um assalto à ônibus, quando ia para casa, no bairro de Felipe Camarão.

Gilmar Bernardino havia visto a ação de um assaltante e tentou interceptá-lo, entrando em luta corporal, mas acabou sendo atingido por um tiro no abdômen. O bandido chegou a roubar a arma do policial, que foi encontrada pouco tempo depois.

Desde 20 de novembro, o Agente da Polícia Civil estava internado e seu estado era considerado grave. Na madrugada desta segunda-feira (29), ele acabou morrendo.

"Lamentamos muito a perda do colega Gilmar. Por diversas vezes, nesse período, estivemos pessoalmente acompanhando o estado de saúde do companheiro e sempre os médicos e enfermeiros nos relatavam que ele estava sendo um verdadeiro guerreiro, lutando pela vida, pois seu quadro não era favorável", destaca Paulo César de Macedo, presidente do SINPOL-RN.

*Portal BO
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário