Mulher de prefeito chora, critica dura ingratidão e anuncia o rompimento com governador Robinson Faria em vídeo-carta

A primeira-dama e ex-secretária municipal do Desenvolvimento Social de Mossoró Amélia Ciarlini, mulher do prefeito mossoroense Francisco José Júnior (PSD), agora denominado apenas de “Francisco”, fez um longo depoimento banhada em choro. 


O episódio foi à manhã de hoje, através do Facebook Live em aplicativo “ao vivo”. Seu pronunciamento, em cima de um texto que afirmou ter sido feito por ela mesma, sem conhecimento do marido.




- Fiz isso sem o conhecimento do meu esposo Francisco José Júnior (…) – assinalou.

A “vídeo-carta” foi dirigida especialmente ao governador Robinson Faria (PSD), num desabafo que o definiu como homem ingrato por ter deixado seu marido praticamente só, contra tudo e todos na política de Mossoró, sem uma contrapartida de apoio para administrar a prefeitura.


Paralelamente à sua manifestação, em lágrimas e com uso até de lenço, Amélia era bombardeada por internautas adversários e aliados, num “tiroteio” verbal grotesco.

Amélia disse: “Ele (Francisco) acreditou ter um amigo que, se vitorioso, iria ajudar Mossoró”.

Em outros trechos, ela reitera a decepção com o governante e o sacrifício do seu marido, que esperava “Mossoró ser reconstruída”, com apoio de Robinson.


Lembrou também, que Robinson chegou a afirmar em Campanha que seria “o governador de Mossoró”.

Deixou claro que “não sigo mais com orientação política do governador Robinson Faria”. Assinalou que acredita no marido e “não acredito na candidata Rosalba que sequer sabe o que está sendo feito por Mossoró”.

Avisou ainda que “estarei me desfiliando do PSD” e continuará ao lado do prefeito e marido, mas “não faço mais parte dessa política do senhor Robinson Faria”.

Do Carlos Santos/Via Raniele Gomes
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário