Policiais civis e servidores do ITEP participam de ato contra atrasos de salários


Policiais civis, servidores do ITEP e a Diretoria do SINPOL-RN estiveram presentes, na manhã desta segunda-feira (5), em um ato realizado na frente da Governadoria, no Centro Administrativo, contra atraso de salários dos trabalhadores do Estado. Representantes e servidores de outras categorias também participaram do evento. 

O ato partiu de uma iniciativa do Fórum de Servidores Estaduais do RN, tendo organização partido do próprio SINPOL-RN. Os servidores se concentraram no local por volta das 9h e permaneceram até o final da manhã, quando os diretores sindicais entraram para uma reunião com o Gabinete Civil. 

"Queremos aqui parabenizar a todos os colegas Agentes, Escrivães e aos servidores do ITEP que se fizeram presentes. Muitos estavam saindo de plantão, mas mesmo assim fizeram questão de ir ao ato, para mostrar ao Governo do Estado a insatisfação não só dessas categorias, mas de todos os servidores com esse quadro de incertezas", afirma Paulo César de Macedo. 


Além do SINPOL-RN, estiveram presentes representantes da saúde, da educação, da administração direta, dos agentes penitenciários, dos policiais militares e bombeiros, tanto os servidores quanto líderes sindicais. Todos falaram durante o ato, ressaltando a importância da união das categorias neste momento, bem como a necessidade de mobilização. 

"Gostaríamos de ressaltar a atitude do SINPOL-RN em alavancar esse ato e reunir essas categorias que estão aqui presentes. Esperamos que nos próximos atos ainda mais gente possa comparecer e se somar a luta", destacou a presidente do SINSP/RN, Janeayre Souto.

Por volta das 12h30, os líderes dos sindicatos e associações foram recebidos pela chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, juntamente com o secretário de Planejamento, Gustavo Nogueira, e de Administração, Cristiano Feitosa. 

Os Sindicatos expuseram seus posicionamentos cobrando que o Estado crie um calendário de pagamento fixo e, principalmente, que os pagamentos voltem a ser feitos até o último dia de do mês em curso trabalhado. Foi exposto ainda a necessidade do Estado procurar alternativas que venham a suprir a folha salarial, de forma que novos atrasos não se repitam. 

O Governo do Estado, por sua vez, mais uma vez atribuiu os atrasos a crise econômica que vive o Brasil, dizendo que o Rio Grande do Norte é um estado pequeno, cuja maior parte de receita vem de repasses federais. Durante a reunião, houveram ainda intervenções sobre a possibilidade de o Estado melhorar o sistema de arrecadação de tributos de grandes empresas, principalmente, combatente o transporte de mercadorias pelas rodovias do Estado sem serem devidamente tributadas. 

A chefe do Gabinete Civil e o secretário de Planejamento reconheceram que é possível melhorar nesse aspecto para tentar crescer a arrecadação do Estado, sem necessariamente aumentar impostos. 

Ao fim da reunião, foi iniciado o trabalho de criação de uma comissão envolvendo os representantes dos servidores para acompanhamento das decisões do Governo referente aos pagamentos dos salários, de forma que se dê mais transparência ao processo de contingenciamento de despesas, repasses e pagamentos.

 Fonte: Assessoria de Imprensa
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário