Policiais civis, servidores do ITEP e Sesed fazem caminhada em protesto cotra atrasos de salários

Ato aconteceu na manhã desta terça-feira no centro da cidade

Esta terça-feira (18) foi marcada pela paralisação de 24 horas dos policiais civis, servidores do ITEP e servidores da Sesed. As categorias cruzaram os braços desde o início da manhã, como forma de protesto contra os atrasos de salários dos servidores estaduais. Além da paralisação, foi realizado um ato público, com caminhada pelas ruas do Centro de Natal até a Praça dos Três Poderes, em frente à Assembleia Legislativa.

Agentes, Escrivães, servidores do ITEP e da Sesed saíram em caminhada pela avenida Rio Branco, carregando faixas e fazendo um apitaço para chamar atenção da sociedade para a grave situação dos atrasos nos pagamentos. Durante o trajeto, o presidente do SINPOL-RN, Paulo César de Macedo, fez uso da palavra alertando a população para os prejuízos que atrasos de salários geram também para a população.

“O policial civil, o servidor do ITEP, da Sesed e os demais servidores público, em geral, já trabalham em condições extremamente precárias, em delegacias ou unidades caindo, sem armamentos e equipamentos de segurança adequados. Mesmo assim, eles não se omitem e cumprem seu papel fazendo o atendimento que a sociedade necessita. No entanto, além de tudo isso, não dá para trabalhar sem receber salário e nem muito saber quando vai receber. Nós policiais, assim como você cidadão, temos família, temos filhos para alimentar e temos contas para pagar”, falou Paulo César de Macedo, presidente do SINPOL-RN.

Ao chegarem em frente à Assembleia, os Agentes, Escrivães e servidores do ITEP e Sesed se juntaram aos delegados da Polícia Civil que já estavam no local aguardando. Depois disso, todos entraram na casa legislativa para acompanhar a sessão.

As diretorias do SINPOL-RN, da Adepol e da Assesp então foram aos gabinetes articular junto aos deputados apoio na luta contra os atrasos de salários. As categorias cobram também que a Assembleia Legislativa entenda a necessidade de repactuação do duodécimo que é repassado pelo Estado aos poderes Judiciário e Legislativo.

“Esse ponto foi sugerido ao governador Robinson Faria, em reunião na semana passada, e ele se mostrou disposto a acordar com os outros poderes caso haja um entendimento. Então, esperamos que órgãos como o Tribunal de Justiça, o Ministério Público e a Assembleia Legislativa se sensibilizem e topem fazer essa repactuação, até porque como tem sido constantemente divulgado, esses órgãos têm dinheiro sobrando em suas contas, dinheiro esse que pertence ao Estado, pois foi repassado pelo Estado”, ressalta o presidente do SINPOL-RN.

Ao final da sessão desta terça-feira na Assembleia Legislativa, através de uma intervenção do deputado Fernando Mineiro, a Diretoria da Assembleia informou que o presidente da casa, deputado Ezequiel Ferreira, vai receber as diretorias do SINPOL-RN, Adepol e Assesp nesta quarta-feira, às 9h.

A paralisação dos policiais civis e servidores do ITEP e Sesed continua durante todo o dia. As unidades e a total prestação de serviço devem voltar a normalidade somente nesta quarta-feira, dia 19.

*Portal BO
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário