Polícia prende foragidos de Brasília suspeitos de envolvimento com roubos a caixas eletrônicos

A Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) divulgou, na manhã desta quinta-feira (08), a prisão de uma dupla de foragidos da Justiça do Distrito Federal que estavam no Rio Grande do Norte com o intuito de intercambiar informações para a prática de roubos em caixas eletrônicos. Isac Moraes, 38 anos e José Wellington, 31 anos foram abordados por Policiais Rodoviários Federais, no último sábado (03), quando trafegava em um veículo modelo Agile LTZ. Os policiais descobriram que a dupla já tinha passagem pela Polícia e os conduziram até a Delegacia de Plantão da Zona Sul. No local, descobriu-se que a dupla tinha mandados de prisão em aberto pela prática de crimes de roubos.


Após a efetivação da prisão, a equipe da Deicor entrou na investigação e com apoio da Polícia Civil do Distrito Federal, foi descoberto que José Wellington teria cometido roubos em 2006, 2008 e 2010 no DF. Ele também é investigado por ter participado do roubo de dois caixas eletrônicos do Banco de Brasília, no último dia 22 de novembro, na região de Samambaia, em Brasília. Isac de Moraes Arruda, 38 anos, estava foragido da Justiça. O mesmo havia sido condenado a cumprir uma pena de 33 anos pela prática de roubos. Ele que é de Mossoró, estava morando em Brasília.

Com José Wellington, a Polícia Civil apreendeu dispositivos eletrônicos que continham imagens dos crimes cometidos em Brasília. Em uma das fotos, é possível ver as notas dos dinheiros roubados e a imagem de uma parte do caixa eletrônico. “Nós acreditamos que eles estavam em Natal para fazer sondagens de novos locais de explosões e também para trocar informações sobre estratégias de atuação”, afirmou o delegado titular da Deicor, Odilon Teodósio. A dupla já foi recambiada para Brasília.

*Portal BO
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário