Ex-prefeito Marcos Fernandes teria sofrido ameaças de presidiário, diz delegado


Assassinado a tiros na manhã deste domingo (19), o ex-prefeito de Umarizal Marcos Fernandes, de 50 anos, estaria recebendo ameaças de morte de um presidiário detido na Grande Natal. A informação foi confirmada ao G1 pelo delegado regional Sandro Régis, presidente do inquérito que investiga o crime.

“Vamos ouvir os familiares dele. Primeiro, queremos confirmar se essas ameaças eram reais e, caso positivo, saber como eram feitas e qual o teor delas”, disse Régis. Ainda de acordo com o delegado, esta é apenas uma das linhas de investigação. “Não podemos descartar nada”, acrescentou.

Marcos disputou a reeleição em 2016 pelo PSD, mas perdeu a campanha. Ele obteve 3.125 votos (42,67%). Elijane Paiva (DEM), que conquistou 4.089 votos (55,83%), foi eleita prefeita da cidade. Juarez Moura (PRP) ficou em terceiro na disputa com 110 votos (1,50%).

Execução

Para o delegado, certo mesmo até o momento é que o ex-prefeito foi executado. “O crime tem características de execução. Ele foi morto dentro de um restaurante onde também funciona uma casa de jogos de carteado. Isso é muito comum aqui no interior. Dois homens chegaram lá e atiraram nele à queima-roupa. Foram vários tiros”, ressaltou Marcos Régis. Após os disparos, a dupla fugiu. A PM foi chamada e fez buscas pelos criminosos, mas nenhum suspeito foi encontrado

Testemunhas

Ainda de acordo com o delegado, seis pessoas estavam na casa de jogos no momento do crime. Todas elas, segundo Sandro Régis, já foram intimadas e deverão ser ouvidas ao longo da semana. “Em seguida, vamos ouvir os parentes do ex-prefeito”, revelou.

Câmeras

“Os dois assassinos estavam de capacete. Isso dificulta muito a identificação deles. Estamos tentando ver se alguma casa próxima, ou mesmo algum estabelecimento comercial da região, tem alguma câmera instalada. Isso pode nos ajudar”, disse o delegado Sandro Régis.

Carnaval cancelado

Em razão da morte do ex-prefeito da cidade, o carnaval de rua em Umarizal foi cancelado. A informação foi confirmada por um dos coordenadores do evento, Marcos Paulo. “Não há mais clima na cidade”, lamentou. O carnaval aconteceria de 25 a 27 de fevereiro e contava com o apoio da prefeitura na iluminação e segurança.

Segundo Paulo, o clima é tenso na cidade. “A família do ex-prefeito é daqui, ele era muito querido”, explicou. Ainda segundo Paulo, o carnaval aconteceria com doações e investimento privado e custaria cerca de 5 mil reais.


Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário