_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

39° Homicídio em Mossoró 2017: Ex-presidiário é morto a tiros ao chegar em um bar no bairro Paredões

Manhã deste sábado 04 de março de 2017, a Polícia Militar registra mais um crime de homicídio por arma de fogo em Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte. 

O crime aconteceu em via pública na Rua Afonso Pena confuência com a Anatália de Melo Alves no bairro Paredões e teve como vítima Everton dos Santos Lima, conhecido como "Chevette" de 34 anos de idade. 

O mesmo foi alvejado com três tiros de pistola calibre 380 na região da cabeça, não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu no local. 

Segundo testemunhas,a vítima tinha acabado de chegar em um bar naquela localidade e quando desceu de sua moto, foi surpreendido por uma dupla que chegou repentinamente em uma motocicleta de cor escura e o garupa sacou a arma e efetuou os disparos. 

A vítima foi atingida na cabeça e morreu sentada próximo a sua moto. Os suspeitos, que segundo informações usavam capacetes fugiram sem serem identificados. 

Um senhor de nome Dedé que estava sentado em uma cadeira, acabou sendo atingido com um tiro de raspão no braço. Ele recusou atendimento pelo SAMU. 

A Polícia ainda não tem informações sobre a motivação do crime, mas informou que a vítima tinha antecendestes criminais e já havia sido preso. Ainda de acordo com a polícia, Chevette como era mais conhecido já havia sofrido um atentado a bala em fevereiro de 2012 no bairro Paredões.

O corpo foi isolado pela Polícia Militar e depois da perícia realizada pela equipe do plantão do ITEP, foi removido para a sede do órgão onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento.

Com mais um homicídio registrado neste sábado (04), a cidade de Mossoró, passa a contabilizar 39 assassinatos no ano de 2017. O caso vai ser investigado pela DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa)

Segundo o Tribunal de Justiça do RN, Everton dos Santos, cumpriu pena de 1 anos e 8 meses em prisão domiciliar: (Ver setença)



Fim da linha
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário