_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

'Não vou dar trégua à bandidagem', diz nova secretária de Segurança do RN

Sheila Freitas assume a secretaria quando o RN registra números preocupantes de homicídios. Ela aposta na presença de policiais nas ruas para aumentar a sensação de segurança da população.

A delegada de Polícia Civil Sheila Freitas, que assume a Secretaria de Segurança Pública do RN nesta quarta (19), pretende "otimizar o trabalho do efetivo reduzido de policiais" para combater a criminalidade no estado. Ela assume o cargo em um momento em que o Estado registra números alarmantes de homícidios e uma crescente onda de violência. "Não vamos dar trégua para os bandidos", disse.

No período de 1º de janeiro a 19 de abril de 2016, 567 pessoas foram mortas no RN. Já no mesmo período deste ano, 746 homicídios já foram registrados – um aumento de 31,57%. A nova secretária quer fazer operações nas ruas, como blitzen, por exemplo, para aumentar a sensação de segurança da população e inibir a ação dos bandidos.

A secretária destacou que uma das necessidades mais urgentes da Segurança Pública no RN é colocar mais policiais no trabalho ostensivo nas ruas. Para isso, uma parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) disponibilizará R$ 3 milhões para o reforço no efetivo. “Esse valor será destinado para o pagamento de Diárias Operacionais (DOs). Serão R$ 200 para cada policial que tirar serviço por meio das DOs”.

"Precisamos da presença da polícia nas ruas"

Com perfil operacional, a delegada sabe que vai enfrentar problemas como a falta de recursos, equipamentos e pessoal, mas acredita que há ações que podem resultar em melhorias rápidas e disse que pretende participar das ações da polícia nas ruas.

"Eu costumo dizer que não sou policial, eu nasci policial. E eu vou continuar indo pra rua, fazendo parte das operações. Segurança não é uma coisa que agente faça com rapidez, mas eu acredito que é possível se amenizar muita coisa e isso é urgente porque todos nós temos família e estamos todos à mercê dessa violência", disse.

"É preciso que o secretário veja in loco a situação: onde faltam policiais, equipamentos, onde está o problema"

Crise

Atualmente, o RN enfrenta uma crise sem precedentes na segurança pública, principalmente quando se trata de homicídios. Dados do OBVIO apontam para um aumento significativo no número de assassinatos registrados no estado. No período de 1º de janeiro a 19 de abril de 2016, por exemplo, 567 pessoas foram mortas no RN. Já no mesmo período deste ano, 746 homicídios já foram registrados – um aumento de 31,57%

No início do mês, uma pesquisa elaborada e divulgada pela ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal, revelou outro dado preocupante ao apontar Natal, a capital potiguar, como a 10ª cidade mais violenta do mundo. A lista, que possui 50 cidades, inclui 19 cidades brasileiras. Destas, Natal é a primeira, com 69,56 homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes.

A Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social do estado (Sesed) não havia se pronunciado a respeito da estatística até o fechamento desta reportagem.

G1/RN
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário