“Crie vergonha na cara”, diz prefeito a repórter após perguntas sobre grampos

Carlos Eduardo Alves não gostou da pergunta feita pelo repórter da TV Ponta Negra e esbravejou contra ele; na semana passada, grampos lhe relacionaram com esquema de corrupção na Semsur


Após ter cerca de nove volumes de interceptações telefônicas identificados pelo Ministério Público e que o aproximam das irregularidades descobertas na Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) através da Operação Cidade Luz, o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), voltou a destratar a imprensa do Rio Grande do Norte ao ser questionado sobre o assunto. Desta feita, a “vítima” do prefeito foi o repórter Alex Costa, da TV Ponta Negra (filiada do SBT no RN).

Em vídeo que circula pelas redes sociais, o repórter questiona o prefeito sobre as gravações em que ele aparece conversando, através do então titular da Semsur, Antonio Fernandes, com o presidente da comissão de licitação da decoração natalina da cidade, Raul Araújo, acerca do resultado do pleito que apresentaria a empresa responsável pela situação na capital potiguar. No áudio telefônico, Carlos Eduardo diz haver uma “solução salomônica” para resolver o caso, mas não especifica o que quis relatar.

Visivelmente constrangido e irritado com a pergunta do repórter, o prefeito de Natal começou a sair da frente das câmeras esbravejando com o profissional da imprensa: “Não tem ligação, não. Isso aí foi pauta prejudicada”, declarou o chefe do executivo municipal, que ao ficar um pouco mais distante do microfone, olhou pra trás e esbravejou: “crie vergonha na cara”, se referindo ao próprio repórter da afiliada do SBT no Rio Grande do Norte.

Assista ao vídeo:


Agora RN
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário