_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

Opositores de Temer esperam mudar votos na CCJ após delação de Funaro

Divulgação de vídeos com depoimento do delator e ações no gabinete de Lúcio Vieira Lima deram novo fôlego para trabalhar admissibilidade da 2.ª denúncia contra presidente


A divulgação dos vídeos da delação premiada do operador Lúcio Funaro e a busca e apreensão no gabinete e na residência do deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) deram novo fôlego à oposição para trabalhar pela admissibilidade da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer na Câmara.

A estratégia da oposição será explorar os acontecimentos na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), incluindo a exibição dos vídeos de Funaro durante a sessão de debates, prevista para começar nesta terça-feira, 17. A reunião no colegiado, no entanto, corre o risco de não ser realizada se não houver quórum no plenário principal para a segunda sessão do prazo regimental do pedido de vista.

O deputado Júlio Delgado (PSB-MG), articulador da oposição na CCJ, disse contabilizar agora 36 votos pela rejeição da denúncia contra 28 votos pelo prosseguimento do processo. Até a semana passada, os governistas diziam ter entre 38 a 44 votos a favor de Temer. “Esse placar vai se alterar muito mais”, disse Delgado.

Otimismo. Para o vice-líder do governo na Câmara, Beto Mansur (PRB-SP), os últimos acontecimentos não alteram o cenário pró-governo. “Temos um número de votos consolidado”, afirmou. Vice-líder da bancada do PMDB na Câmara, o deputado Mauro Pereira (RS) disse que o impacto dos vídeos de Funaro na base aliada é “zero”.

Dono da quinta bancada na Câmara, com 39 parlamentares, o PSD oficializou a troca de dois dos quatro titulares na CCJ. As mudanças devem ajudar Temer. A primeira troca foi do deputado Delegado Éder Mauro (PA), que era titular e passou a suplente. Na vaga, o PSD indicou Edmar Arruda (PA). A segunda alteração foi passar Expedito Netto (RO) de titular para suplente e colocar Evandro Roman (PR).

Agência Estado
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário