_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

214° Homicídio em Mossoró 2017: Ex-Presidiário é morto a tiros dentro de casa nas Barrocas

Mossoró,localizada na região Oeste do Rio Grande do Norte, a segunda maior cidade do estado, registrou por volta das 22h30min desta quarta feira 22 de novembro de 2017,mais um homicídio a bala. 

A vítima, identificada como, Juliglesias Marrocos de Morais, ex-presidiário, 31 anos, foi assassinado a tiro, dentro de sua casa, localizada na Rua Melo Franco no Bairro Barrocas. 

A esposa da vítima relatou para a polícia,que seu marido estava em casa, quando um homem não identificado, usando capacete entrou na residência, mandou que ela fosse pro quarto e quando mesma saiu, ouviu os dispros. 

Minutos depois quando ela saiu encontrou seu marido, baleado e agonizando na cozinha da casa. A Polícia Militar foi acionada para o local e quando chegou na casa, que encontrou a cena de crime, solicitou ao Ciosp para acionar O SAMU. 

A equipe de Suporte Avançado (ALFA) do Samu, chegou ao local, onde constatou o óbito. O ITEP foi acionado, bem como a Delegacia de Plantão para os procedimentos no local do crime. 

Os Policiais da VTR que cobre a área, composta pelos cabos, Sidney, Emanoel e o soldado Barbosa, isolaram a área da até a chegada do ITEP e da DP de Plantão,que realizaram os procedimentos no local do crime. 

De acordo com o cabo Sidney, no início da noite de hoje (22), Juliglesias,tentou praticar um assalto nas proximidades do Colégio Diocesano, a vítima reagiu e atirou nele, que conseguiu fugir sem ser alvejado. 

O delegado de Plantão, Dr. Valtair Camilo de Paiva,informou que a polícia não descarta a possibilidade de que a pessoa que matou o ex-presidiário é a mesma que atirou nele durante a tentativa de assalto no início da noite. 

A familia informou que Juliglesias, era usuário de drogas e já cumpriu pena no Sistema prisional de Mossoró, pelo crime de roubo (art. 157). 

Após os procedimentos de perícia, o corpo da vítima, foi recolhido e encaminhado ao Setor de Medicina Legal do ITEP, para ser necropsiado e depois liberado para sepultamento. 

Com mais um crime de homicídio, registrado em Mossoró, a cidade passa a contabilizar 214 assassinatos no ano de 2017. O inquérito será instaurado e conduzido pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).


Fim da linha
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário