_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

Governo do RN admite que pode judicializar greve de servidores da Segurança

Funcionários públicos da Segurança potiguar anunciaram para a próxima segunda-feira, 13, uma manifestação contra os salários atrasados da categoria; governo divulgou calendário de pagamento


Diante do indicativo de greve que os servidores da Segurança Pública do Rio Grande do Norte oficializou ao longo desta semana, o Governo do Estado confirmou, através da Procuradoria-Geral (PGE), que poderá judicializar o movimento grevista liderado pelos oficiais militares que compõem o quadro no Rio Grande do Norte. A iniciativa, no entanto, ainda não está confirmada, e só será tomada pelo Poder Executivo caso os servidores não recuem da intenção de cruzarem os braços a partir da próxima segunda-feira, 13.

Em contato com a reportagem do Portal Agora RN, o procurador-geral do Estado, Francisco Wilkie, admitiu a possibilidade de judicialização da greve, mas destacou que a medida só será tomada em último caso. “Recebemos de maneira oficial a intenção dos servidores em começar um movimento grevista na segunda-feira, mas esperamos que essa atitude não venha de fato a ser consumada. Estamos buscando diálogo e, caso eles não entrem em acordo, vamos entrar na Justiça e ela deliberará sobre a legitimidade do movimento”, contou.

Desde que a notícia da paralisação dos servidores da Segurança começou a circular no Rio Grande do Norte, o Governo do Estado tomou medidas urgentes para evitar que a mesma seja efetivada. Exemplo disso é que, nesta semana, o Executivo conseguiu quitar os salários referentes ao mês de setembro que ainda estavam atrasados, e agendou para a próxima segunda-feira, 13, o pagamento do mês de outubro, de modo que os vencimentos destes servidores fiquem rigorosamente em dia.

Apesar da ‘ameaça’ governamental pela judicialização do movimento, a Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN, em conjunto com a de Oficiais Militares, mantiveram a manifestação agendada para a próxima segunda, em frente à Governadoria, onde o chefe do executivo Estadual, Robinson Faria (PSD), exerce suas atividades como governador do Estado diariamente. O Sindicato dos Policiais Civis também confirmaram que não recuarão do movimento.

Agora RN
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário