Apram cobra melhores condições de trabalho para PM’s que atuam no sistema prisional do estado


Há tempos o Cabo Tony Fernandes, presidente da Associação de Praças da Polícia Militar de Mossoró e Região (APRAM), vem denunciando as péssimas condições de trabalho a que estão submetidos policiais militares que atuam na Penitenciária Mário Negócio, Cadeia Pública de Mossoró, Cadeia Pública de Caraúbas, Presídio de Pau dos Ferros e demais unidades do Rio Grande do Norte.

A informação verificada pelo dirigente é que, além destes profissionais estarem em desvio de função, ainda são compelidos a cumprirem jornadas de prontidão excessivas nas guaritas com turnos de descanso reduzidos, afrontando a condição humana do trabalhador e o próprio regulamento interno que prevê que um militar não permaneça mais que 2 horas consecutivas no posto de sentinela.

Diante de toda essa problemática, ontem, o dirigente procurou pessoalmente o Coronel Arcanjo (Comandante do Policiamento do Interior) e, nesta quinta (14), já manteve contato com o Coronel Osmar (Comandante Geral da PMRN) aos quais levou essa preocupação e pediu providências no sentido de resolver tão grave situação que afeta a categoria.

O dirigente afirma que existia a promessa do governo para que os Agentes Penitenciários recém formados ocupassem a função de guarda muralhas nessas unidades, culminando com a devolução dos PMs para suas atividades operacionais. Entretanto, ao que indica, as coisas não estão caminhando para que isso ocorra, fazendo com que a associação busque medidas junto às autoridades constituídas.

Nos próximos dias a entidade vai interpelar o Ministério Público, a Secretaria da Segurança Pública e o Governo do Estado para que resolva a situação das péssimas condições de trabalho impostas aos PMs, retirando-os dali ou dando condições básicas enquanto trabalhadores. “Se a permanência dos PMs na função for algo irreversível neste momento, que garantam pelo menos o direito ao justo descanso e vantagens às quais fazem jus todos os servidores que ali operam”, declarou Tony.

Assessoria de Comunicação APRAM
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário