Bandido denuncia agressão e Justiça pede apuração do caso

A Coordenadoria da Central de Flagrantes encaminhou para o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) o auto de prisão em flagrante do assaltante Lucas Felipe da Silva Barbosa, preso por envolvimento na morte do policial militar Darlan Santana Carvalho na segunda-feira (29). O criminoso disse que foi agredido por policiais e a Coordenadoria solicitou a apuração da denúncia.

Baleado durante uma tentativa de assalto a uma farmácia no bairro do Planalto, zona Oeste de Natal, Lucas Felipe foi preso no Walfredo Gurgel, logo após dar entrada para tratar um ferimento a bala na cabeça. Ele chegou à unidade hospitalar poucos minutos após o soldado Darlan Santana, baleado por um dos comparsas de Lucas Felipe durante a tentativa de assalto. O bandido foi abordado por policiais no hospital e confirmou que estava envolvido no crime.

Lucas Felipe teve somente um ferimento superficial na nuca e, após ter o corte suturado, foi preso e levado para prestar esclarecimentos. Ele confirmou que foi convidado por um dos bandidos para praticar o assalto e que fugiu em um táxi para o Walfredo Gurgel, temendo que o ferimento na cabeça fosse mais grave.


Na Central de Flagrantes, quando foi ouvido pela Justiça, o criminoso disse que foi agredido por policiais no momento da prisão. Por isso, a Justiça encaminhou parte dos autos de prisão para o Ministério Público para que apure se de fato o assaltante foi agredido. Lucas Felipe da Silva Barbosa segue preso aguardando julgamento. A Polícia ainda busca o terceiro elemento envolvido na morte do policial militar - o outro criminoso foi morto no momento da reação do PM ao assalto.

Tribuna do Norte
Foto: Google
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário