Vereador deve denunciar petista ao Conselho de Ética após acusação contra Maurílio

Parlamentar afirma que colega Natalia Bonavides 'extrapolou todos os limites da ética e do bom senso' no plenário da Cãmara Municipal de Natal


Redação

O vereador Cícero Martins, do PMB, afirmou nesta quinta-feira, 22, que deve ingressar no Conselho de Ética da Câmara Municipal de Natal contra a vereadora Natália Bonavides (PT), após a acusação feita pela petista sobre o ex-delegado Maurílio Pinto. Segundo Natalia, o ex-policial foi um “dos grandes criminosos do nosso estado e inclusive responsável, exatamente, por grupos paramilitares”.

Segundo Cícero Martins, a vereadora extrapolou todos os limites da ética e do bom senso, em acusar e denegrir a imagem de Maurílio Pinto, a quem disse anda ser responsável por grupos paramilitares. “Devemos ter responsabilidade no que falamos como pessoas públicas. A vereadora, que só fala em direitos humanos dos bandidos e do ‘ativismo’ LGBT, nunca se preocupou com os policiais mortos diariamente em combate em nosso estado, seus familiares órfãos e as viúvas. Nunca se preocupou com dezenas de jovens que morrem diariamente por envolvimento com drogas. Ela só frequenta enterro de bandido e detesta a polícia”, disparou Cícero.

O vereador destaca que Maurílio Pinto “é um dos maiores ícones da segurança pública do estado”. “Um homem com essa história de dedicação à polícia, com a idade avançada e com pouca mobilidade, deveria ter tido o mínimo de respeito. Fiquei muito chocado com esse episódio de agressão e calúnia desnecessária, principalmente, vindo de uma mulher. Foi um tiro em todas as pessoas que fazem a segurança do RN”, enfatiza Martins.

A Associação de Delegados da Policia Civil do RN, a Adepol, também se manifestou em defesa do ex-delegado Maurílio Pinto.

*AgoraRN
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário