Família de engenheiro morto durante assalto, promove marcha pela Paz em Mossoró.



A caminhada pela "Paz" terá início as 13h00min deste domingo 29 de abril e será promovida por familiares e amigos do engenheiro civil, Fabrício de Mendonça Costa, de 22 anos, assassinado durante um assalto ocorrido no sábado dia 21 desse mês no Bairro Santo Antônio em Mossoró.

O ponto de saída da caminhada será na Rua Seis de Janeiro, no campo de futebol de Zé Peixeiro, onde o jovem Fabrício foi baleado.

Os participantes da Marcha pela Paz prometem levar faixas e camisas, e vão percorrer as principais ruas do bairro até chegar à Igreja de São José, nos Paredões, onde será celebrada a missa de 7º dia da morte do engenheiro civil recém formado e que foi vítima da violência desenfreada que assola a cidade de Mossoró

O Caso

No dia 21 de abril, Fabrício de Mendonça Costa, foi baleado na cabeça e no pescoço durante um assalto. Segundo a Polícia ele teria reagido a ação dos criminosos que queriam tomar sua motocicleta. Depois de baleado o jovem foi socorrido por populares para a UPA do bairro e depois transferido para o HRTM, mas não resistiu e morreu no dia 23 desse mês. 

A família dele decidiu doar os órgãos do jovem para pacientes que precisavam de transplante. A captação de órgãos foi realizada por 15 médicos no HRTM. Três aviões pousaram no Aeroporto de Mossoró na terça-feira, 24, para fazer o translado dos órgãos para pacientes em Natal, Recife e Fortaleza. De acordo com a família foram doados seis órgãos, entre eles, o coração.

O assassinato de Fabrício de Mendonça Costa, está sendo investigado como latrocínio (roubo seguido de morte), pela equipe da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos. O delegado da especializada Dr. Luiz Fernando promete identificar os autores do crime nesta semana que vem.



* Fim da Linha
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário