Familiares de menina desaparecida voltam a protestar e fecham ponte na Zona Norte de Natal

Yasmin Lorena desapareceu no dia 28 de março, no bairro da Redinha, Zona Norte da cidade; caso segue sem solução.


Familiares e amigos da menina Yasmin Lorena fecharam a ponte Newton Navarro na tarde desta segunda (16) em protesto contra a demora da polícia nas investigações (Foto: Adriano Abreu/Tribuna do Norte/Cedida)

Familiares da jovem Yasmin Lorena de Araújo, desaparecida desde o último dia 28 de março, fazem mais um protesto no bairro da Redinha, na Zona Norte de Natal. O trânsito na região está congestionado, já que segundo a Polícia Militar, os dois sentidos da Ponte Newton Navarro estão obstruídos.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), até às 17h45 desta segunda-feira (16), a situação seguia inalterada na região. A pasta orienta que os motoristas utilizem a Ponte de Igapó para chegarem à Zona Norte.

Yasmin Lorena tem 12 anos de idade e saiu de casa para deixar um dinheiro na casa de uma vizinha a pedido da mãe. Desde então não foi mais vista.

O protesto desta tarde é o terceiro ato feito pela falta de respostas da polícia em relação ao sumiço da menina. Nos protestos anteriores, chegou-se a usar pneus queimados para interromper o tráfego.


Yasmin Lorena de Araújo tem 12 e está desaparecida desde o final de março, em Natal (Foto: Arquivo da Família/cedida)

Os manifestantes pedem uma resolução para o caso, investigado pela Polícia Civil. De acordo com a família, Yasmin Lorena saiu de casa, na Rua José Acácio, na Redinha, para entregar um dinheiro a uma vizinha a pedido da mãe. A mulher que receberia o dinheiro reside em uma rua perto da casa de Yasmin e disse aos parentes da menina que ela sequer chegou ao destino.

Os parentes e amigos pedem ainda que quem tiver informações sobre o paradeiro de Yasmin Lorena entre em contato através do número de telefone 98725-7577. Quem preferir falar diretamente com a polícia pode utilizar o Disk Denúncia 181.

Por G1 RN

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário