_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

Familiares de menina desaparecida voltam a protestar e fecham ponte na Zona Norte de Natal

Yasmin Lorena desapareceu no dia 28 de março, no bairro da Redinha, Zona Norte da cidade; caso segue sem solução.


Familiares e amigos da menina Yasmin Lorena fecharam a ponte Newton Navarro na tarde desta segunda (16) em protesto contra a demora da polícia nas investigações (Foto: Adriano Abreu/Tribuna do Norte/Cedida)

Familiares da jovem Yasmin Lorena de Araújo, desaparecida desde o último dia 28 de março, fazem mais um protesto no bairro da Redinha, na Zona Norte de Natal. O trânsito na região está congestionado, já que segundo a Polícia Militar, os dois sentidos da Ponte Newton Navarro estão obstruídos.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), até às 17h45 desta segunda-feira (16), a situação seguia inalterada na região. A pasta orienta que os motoristas utilizem a Ponte de Igapó para chegarem à Zona Norte.

Yasmin Lorena tem 12 anos de idade e saiu de casa para deixar um dinheiro na casa de uma vizinha a pedido da mãe. Desde então não foi mais vista.

O protesto desta tarde é o terceiro ato feito pela falta de respostas da polícia em relação ao sumiço da menina. Nos protestos anteriores, chegou-se a usar pneus queimados para interromper o tráfego.


Yasmin Lorena de Araújo tem 12 e está desaparecida desde o final de março, em Natal (Foto: Arquivo da Família/cedida)

Os manifestantes pedem uma resolução para o caso, investigado pela Polícia Civil. De acordo com a família, Yasmin Lorena saiu de casa, na Rua José Acácio, na Redinha, para entregar um dinheiro a uma vizinha a pedido da mãe. A mulher que receberia o dinheiro reside em uma rua perto da casa de Yasmin e disse aos parentes da menina que ela sequer chegou ao destino.

Os parentes e amigos pedem ainda que quem tiver informações sobre o paradeiro de Yasmin Lorena entre em contato através do número de telefone 98725-7577. Quem preferir falar diretamente com a polícia pode utilizar o Disk Denúncia 181.

Por G1 RN

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário