103ª Morte violenta em Mossoró: Homem vitima de suposto suicídio pode não ter se matado. A principal testemunha, a mulher dele, fugiu.


Leonardo Silva do Nascimento de 20 anos foi encontrado morto dentro de casa com um tiro na cabeça. Segundo a necropsia a posição do disparo não é compatível com suicídio. O Delegado de homicídios solicitou ao Itep outros procedimentos para identificar a possível distancia e a presença de vestígios de chumbo nas mãos da vitima para finalizar o caso.

No ultimo dia 04 de maio, a policia foi acionada com a informação de uma pessoa morta por suicídio, na Rua Joaquim Nabuco, próximo a Praça da Pirâmide, no bairro Belo Horizonte em Mossoró. Leonardo Silva do Nascimento de 20 anos de idade foi encontrado morto com um tiro na cabeça e a arma utilizada ao lado do corpo, levando a crer que o mesmo teria se matado.

A equipe de plantão no Instituto Técnico-Cientifico de Pericia, “Itep” foi acionada e depois dos procedimentos no local, o corpo foi removido para os procedimentos no setor da Medicina Legal, do Itep.

A principio, a necropsia apontou como causa da morte de Leonardo “Traumatismo Cranioencefalico por ferimentos perfurocontundentes produzidos por projetil de arma de fogo”. Segundo informações, a equipe de legistas teria informado a Delegacia que o ferimento não era compatível com um disparo provocado pela própria vitima.

O caso já está sendo tratado pela policia como crime de homicídio, mas a principal testemunha, a mulher que vivia e estava em casa com a vitima, deveria ter se apresentado na Delegacia de homicídios na semana passada, para prestar esclarecimentos, mas apresentou um atestado de saúde e prometeu se apresentar na delegacia na terça feira passada, dia 15 de maio.

Segundo informações, a mulher fugiu sem comunicar ao delegado, Rafael Arraes, que aguarda o resultado do exame de residogramas, para concluir a ocorrência e se for o caso pedir na Justiça a prisão da tal mulher.


*O Câmera
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário