Advogado do empresário investigado por estupro em Mossoró fala sobre o caso


O advogado de defesa do empresário Zenilson da Silva Menezes, dono do restaurante Fogo e Brasa, investigado em inquérito policial por estupro de vulnerável contra uma adolescente de 16 anos e que está com mandado de prisão em aberto, concedeu entevista à Imprensa nesta quarta feira 30 de maio, após a justiça ter negado pedido de revogação da prisão preventiva impetrado por ele em favor de seu cliente.

Dr. Eduardo Souza, disse que a delegada Christiane Magalhães, que investiga o caso, não poderia expor seu cliente perante a sociedade, concedendo entrevistas coletivas a imprensa, uma vez que o processo corre em segredo de justiça e ainda não houve julgamento pelo judiciário.

O advogado disse também que seu cliente está em viagem de trabalho e espera que ele retorne a Mossoró, para que seja feita sua apresentação à Polícia Civil. Dr. Eduardo Souza confirma que houve releção sexual entre o empresário e a adolescente, mas de forma consensual e que está havendo um julgamento precipítado da delegada e da sociedade mossoroense em relação ao caso.

De acordo com a delegada Christiane Magalhães, da Delegacia da Mulher, o estupro ocorreu no dia 19 desse mês no apartamento do empresário em um condomínio no Bairro Nova Betânia em Mossoró. O caso vem sendo investigado desde então.


Fim da Linha

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário