_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

24º - JOVEM QUE ESTAVA DESAPARECIDO É ENCONTRADO MORTO NO BAIRRO SUMARÉ EM MOSSORÓ


Daniel Varela da Silva de 20 anos de idade foi morto por estrangulamento e a pancadas e teve o corpo enterrado numa cova rasa embaixo de um juazeiro, no bairro Alto do Sumaré em Mossoró no Rio Grande do Norte.

Segundo informações de um adolescente, detido da tarde de hoje, 23 de fevereiro, acusado de envolvimento no assassinato, Daniel foi atraído ao local pelos acusados, para fazer uso de droga. O menor detido, disse na Delegacia que ele, Daniel teria levado a droga para os dois acusados no crime.

Segundo relatos da família, Daniel Varela teria saído de casa, no ultimo sábado dia 16, no bairro Belo Horizonte, e não teria aparecido mais. Segundo Eilson Rodrigues, chefe de investigação da Delegacia de Homicídios, o menor confessou ter matado Daniel, juntamente com um comparsa, no sábado mesmo.

O adolescente disse na delegacia que deu uma gravata na vitima, por trás e quando o mesmo desmaiou, foi chutado varias vezes, pelo o outro acusado. Pensando que Daniel estaria morto, os acusados teriam procurado um instrumento para abrir a cova, mas quando retornaram, Daniel ainda estava vivo. Antes de ser enterrado, Daniel teria recebido outras pancadas com o instrumento, possivelmente uma chibanca.

Debaixo de muita chuva na região, a equipe de plantão no Itep em Mossoró foi acionada, juntamente com a equipe da Delegacia de plantão para os procedimentos no local e a remoção do corpo, que segundo o perito criminal, Bene Lemuel, já apresentava, em algumas partes, sinais de decomposição. Segundo o perito, no local não foi possível identificar os danos que causaram a morte de Daniel Varela da Silva.

*Passando na Hora
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário