_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

Militar da reserva é executado a tiros na Zona Leste de Natal



Caso aconteceu na manhã desta sexta-feira (19) no bairro Alecrim. Após atirar duas vezes contra o subtenente Adonilson Ferreira de Oliveira, de 54 anos, os criminosos fugiram.

Policial militar da reserva foi morto a tiros na rua Rafael Fernandes, no bairro Alecrim, Zona Leste de Natal. — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Um subtenente da reserva remunerada da Polícia Militar foi executado a tiros na manhã desta sexta-feira (19) em Natal. A vítima foi identificada como Adonilson Ferreira de Oliveira, de 54 anos. O crime aconteceu no bairro Alecrim, na Zona Leste da capital. Nenhum suspeito foi preso.

De acordo com a PM, o militar da reserva não estava armado. Ele saiu de casa, na rua Ocidental de Baixo, no Paço da Pátria, e seguia a pé pela rua Rafael Fernandes no bairro Alecrim, a caminho do Instituto de Cegos, onde trabalhava atualmente.

Objetos do policial militar Adonilson Ferreira de Oliveira, de 54 anos, assassinado em Natal, não foram levados pelos criminosos. — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Ao chegar próximo ao cemitério do bairro, dois homens que já estariam esperando por ele dentro de um carro modelo HB20, atiraram duas vezes na cabeça da vítima. Adonilson morreu na hora.

A polícia acredita que o crime foi de execução, porque os criminosos não tinham interesse nos bens do policial. A carteira e o relógio da vítima foram deixados no local.

Os criminosos fugiram e a polícia ainda faz buscas na região.

Subtenente da reserva Adonilson Ferreira de Oliveira, de 54 anos, foi assassinado na manhã desta sexta (19) em Natal. — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Por G1 RN 
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário