_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

126ª-127ª – Inquérito concluído: As duas mulheres encontradas dentro de uma galeria, nos Paredões, foram assassinadas.




Os corpos de Edna Maria Bezerra de 45 anos de idade e Wladia Rocha de Souza de 38 anos, ambas moradoras da Rua Anatalia de Melo Alves, foram encontrados dentro de uma galeria de águas sem vida, por trás do Hiper Queiroz, na Rua onde viviam, no inicio da tarde de 17 de junho do corrente ano.

Na época do crime, de acordo com a equipe de plantão na Unidade de Medicina Legal do Itep em Mossoró, não foi identificado, qualquer tipo de hematomas ou lesões que pudessem justifiquem a morte das vitimas.

O Perito Medico Legista, João Pinto, responsável pelo procedimento de necropsia nos corpos de Edinha e Wladia, solicitou exames complementares. Em conversa com a reportagem do Câmera João Pinto informou que, pelo estado de decomposição, dos corpos, era quase impossível identificar o que teria causado a morte das mulheres. João Pinto disse ainda que não tinha duvida que as mulheres haviam sido assassinadas, mas só o trabalho de investigação, poderia apontar a causa da morte e quem teria sido o responsável pelo crime brutal.

As informações do Medico Legista, foram confirmadas na manhã de hoje, 27 de agosto, pela Delegada de homicídios de Mossoró, Liana Aragão. A delegada confirmou que as mulheres foram assassinadas e possivelmente, o assassino tenha sido o Ex-presidiário Paulo Henrique dos Santos Justino de 24 anos de idade, morador da Rua Pedra da Lua, no bairro Dom Jaime Câmara, que foi encontrado morto ao lado do Museu municipal, na Rua Trinta de Setembro, no centro de Mossoró dois dias depois do duplo homicídio.

*O Câmera
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário