_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

Polícia Civil do RN procura por motorista que matou 5 pessoas no acidente de trânsito em José da Penha/Rn.


Nas primeiras horas desta segunda-feira (26), policiais civis da delegacia regional de Pau dos Ferros se deslocaram até a cidade de Sousa/PB para cumprir um mandado de prisão preventiva expedido pela Comarca de Plantão de Pau dos Ferros, em desfavor de Francisco Gladyson Jácome de Abrantes que no último sábado atropelou e matou 5 pessoas na cidade de José da Penha, quando dirigia em alta velocidade uma caminhonete hilux.

A Polícia Civil de Pau dos Ferros, responsável pelo plantão na região, deu início as investigações e reuniu provas de que o motorista Gladyson Jacome, dirigia em alta velocidade, saltando quebra-molas e invadindo a contramão em seu trajeto pela BR 405, colocando em risco a vida de outras pessoas, que inclusive tiveram que sair da pista para não serem atropeladas, o que acabou culminando no acidente que matou 5 pessoas em José da Penha.

A Polícia Civil representou pela prisão preventiva de Gladyson Jacome, fundamentada no artigo 121 do CTB e o Juiz Plantonista da Comarca de Pau dos Ferros, o magistrado Osvaldo Cândido de Lima Júnior, decretou a prisão preventiva do representado, alegando que "verifica claramente a necessidade da prisão como meio de garantia da ordem pública, posto que o representado causou a morte de quatro pessoas em atitude totalmente estúpida e reprovável, sendo, pois, a prisão imprescindível para acautelar o meio social e a credibilidade da justiça em face da irresponsável conduta delituosa, pois a liberdade do representado representa uma verdadeira desmoralização e descrédito para o Poder Judiciário, dando a sensação de que o alto-oeste se trata de "terra de ninguém", "terra sem lei", mormente em virtude do modus operandi da conduta, que demonstra a gravidade em concreto do delito de molde a justificar a custódia.

A fuga do condutor também foi descrita pelo magistrado, pontuando que “a prisão cautelar também é indispensável para assegurar a aplicação da lei penal, posto que logo após praticar o crime o representado se evadiu, encontrando-se em lugar incerto e não sabido”.

Os Policiais Civis foram na residência de Gladyson Jacome, na cidade de Sousa/PB, mas não o encontraram e continuam em diligência para prendê-lo. Qualquer informação do seu paradeiro pode ser denunciada de forma anônima para o 190 ou 84.99614.1687.

Siga o Instagram do GRUPO CIDADÃO 190 e fique por dentro das principais notícias do Alto Oeste Potiguar. https://www.instagram.com/grupo_cidadao_190

*O Câmera
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário