_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

Rio Grande do Norte está entre os três estados que apresentaram maior redução de homicídios em 8 meses de 2019.



O Brasil teve uma queda de 22% no número de mortes violentas registradas nos primeiros oito meses deste ano em comparação com o mesmo período de 2018. É o que mostra o índice nacional de homicídios criado pelo G1, com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal.

Somente em agosto, houve 3,1 mil assassinatos, contra 3,9 mil no mesmo mês do ano passado. Já no período que engloba os oito meses, foram 27.517 mortes violentas 7,9 mil a menos que o registrado de janeiro a agosto de 2018 (35.422). O número de assassinatos, porém, continua alto: 114 pessoas morreram por dia, em média, no país em 2019.

De acordo com os dados, três estados apresentaram maior queda, cerca de 30 por cento no número de homicídios. São eles: Rio Grande do Norte, Ceará e acre. Integrantes e ex-integrantes dos governos e entidades apontam algumas medidas para explicar a redução nas mortes violentas, São elas:

Ações mais rígidas em prisões, como constantes operações de revistas e implantação do Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), Isolamento ou transferência de chefes de grupos criminosos para presídios de segurança máxima, Criação de secretaria exclusiva para lidar com a administração penitenciária, Criação de delegacia voltada para investigar casos de homicídios, Integração entre as forças de segurança e justiça - maior investimento em inteligência policial e Adoção de programas de prevenção social

Já o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, atribui a queda no número de mortes violentas no país a esforços de governos locais e do governo federal, citando recordes de apreensão de drogas e transferência de chefes de facções criminosas para presídios federais como medidas que surtiram efeitos nos índices de criminalidade. Moro também afirma que o governo está com uma política de tentar retomar o controle de vários presídios do país.

Portal G1
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário