_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

Polícia Federal incinera mais de uma tonelada de cocaína apreendida no Rio Grande do Norte


A Polícia Federal incinerou na manhã da última sexta feira 17 de janeiro de 2020, mais de uma tonelada de droga tipo cocaína, apreendida durante uma operação no Rio Grande do Norte. A incineração aconteceu no alto-forno de uma usina na Região Metropolitana de Natal e teve a devida autorização da Justiça.

Ao todo foram incinerados, 1.260 quilos de cocaína (Mil duzentos e 60), o que representa um prejuízo incalculável para o tráfico no estado. A droga havia sido apreendida em 7 de dezembro de 2019, no bairro de Emaús, em Parnamirim/RN e estava escondida no interior de galpões e em um contêiner com caixas de melão que era transportado para o porto de Natal e, de lá, seguiria para a Europa.

Na ocasião, cinco homens foram presos em flagrante e indiciados por crime de tráfico internacional e associação ao tráfico de drogas. Somente na Grande Natal, no ano de 2019, a PF apreendeu aproximadamente 6 toneladas de cocaína. A incineração foi acompanhada por representantes do Ministério Público Federal e da Vigilância Sanitária.


*Fim da Linha
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário