Número de assassinatos cai 28,6% em 2019 no Rio Grande do Norte, aponta Monitor da Violência


O Rio Grande do Norte teve uma queda de 28,6% no número de vítimas de crimes violentos em 2019 na comparação com o ano de 2018. O percentual está no índice nacional de homicídios criado pelo G1, com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal. Em 2019, foram registrados 1.279 assassinatos, enquanto que em 2018 o número era 1.792.

Seguindo uma série histórica desde 2011, o ano passado teve o menor número de crimes violentos letais intencionais desde 2013. O número segue uma tendência de queda iniciada em 2018, após o estado atingir um pico de letalidade em 2017, quando foram registradas 2.246 mortes violentas.

Para Samira Bueno e Renato Sérgio de Lima, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, é impossível compreender as dinâmicas da violência urbana no país sem olhar para o sistema prisional e o poder que grupos criminosos têm mesmo que, em tese, estejam sob a guarda do Estado. Neste sentido, argumentam, é estratégico e fundamental que os estados retomem o controle dos presídios.

"As experiências recentes de Rio Grande do Norte, Ceará e Acre indicam que regras mais rígidas para as lideranças do crime e a ameaça de transferência para presídios federais, onde vigora o regime disciplinar diferenciado, podem estar sendo uma moeda de troca para controle da violência fora das prisões", consideram.
Latrocínios

O estado ainda registrou queda maior no caso dos latrocínios - roubos com resultado de morte - ao longo de 2019, na comparação com 2018. Foram 58 no ano passado contra 93 no período anterior. A redução ficou em 37,6%, quebrando o crescimento que aconteceu até mesmo em 2018, quando o número total de mortes violentas caiu em relação ao ano anterior. Maio e dezembro foram os meses de 2019 com mais casos de latrocínio no estado, com 12 e 8 respectivamente.

*G1RN
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário