_________________________________________________________________

_________________________________________________________________

Delegacia de Furtos e Roubos localiza em cidade da região Oeste, celular roubado durante latrocínio no Sumaré em Mossoró


Policiais civis da Delegacia de Furtos e Roubos (DEFUR) de Mossoró, tendo a frente o delegado Rafael Arraes, recuperaram nesta segunda feira 25 de maio de 2020, o celular roubado durante um crime de latrocínio, onde foi vítima o técnico em telefonia, Aribanaldo Soares da Silva de 49 anos, morto com um tiro nas costas, após ser assalto, no dia 14 de maio no Bairro Sumaré em Mossoró RN.

O telefone, foi localizado e recuperado na cidade de Almino Afonso, na região Oeste Potiguar e estava em poder de uma mulher, que já havia comprado o aparelho a uma pessoa da cidade de Rafael Godeiro. As informações colhidas pela investigação eram de que o celular estaria na cidade de Olho D'água do Borges.

Os policiais chegaram até o suspeito naquela cidade, mas este informou a equipe comandada pelo DPC Arraes, que havia vendido o telefone para uma pessoa em Rafael Godeiro. Os agentes e o delegado foram até Rafael Godeiro e quando chegaram naquela cidade que abordaram o comprador, receberam informação de que o celular teria sido vendido a uma mulher em Almino Afonso.

A equipe foi até a Almino Afonso e finalmente encontraram o celular roubado de Aribanaldo Soares. Os dois homens e a mulher foram encaminhados à Delegacia da Polícia Civil de Caraúbas, onde foram indiciados por crime de receptação culposa. Após ser ouvidos foram liberados para responder o processo em casa, aguardando decisão da justiça.

O delegado Rafael Arraes, informou que o primeiro receptador, disse que comprou o celular na feira Livre do Vuco-Vuco em Mossoró e que não sabia que o telefone era roubado. A autoridade policial não divulgou os nomes dos indiciados por receptação culposa. O delegado disse ainda, que faltam dois itens para fechar o caso do latrocínio do técnico da Oi Aribaldo Soares. A prisão do segundo envolvido no crime, que estava pilotando a moto, este está foragido, mas já foi identificado, e apreensão da arma usada no crime.

O homem que disparou a arma e matou o cidadão de bem, Breno de Oliveira Nunes de 18 anos, continua preso na Cadeia Pública de Mossoró, a disposição da justiça. De acordo com o DPC Arraes, ele confessou o crime e disse que atirou na vítima, porque esta esboçou reação durante o assalto.

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário