Apontado como número 1 de uma facção criminosa no Pará, morre no Presídio Federal de Mossoró no Rio Grande do Norte


Alberto Bararua de Alcântara, o “Beto Bararua”, morreu na última quarta feira 08 de fevereiro de 2021, após passar mal na Penitenciária Federal de Mossoró na região Oeste do Rio Grande do Norte, onde estava custodiado. O detento ainda chegou a ser levado por uma ambulância do Sistema Penitenciário Federal, para o Hospital Tarcísio Maia, mas já chegou sem vida naquela unidade hospitalar.

"Beto Bararua" como era mais conhecido, era apontado como número 1 da facção criminosa Comando Vermelho (CV) no estado do Pará. A morte do detento, segundo informações teria sido de causas naturais. O corpo do prisioneiro foi removido do necrotério do HRTM, para o Instituto de Medicina Legal do ITEP onde foi examinado pelo legista.

Após ser identificado oficialmente pelo setor de papiloscopia da unidade pericial, o corpo de Alberto Bararua de Alcântara, foi liberado. O Departamento Penitenciário Federal (DEPEN) providenciou o translado do cadáver para o estado do Pará.

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário