Caraubense e comparsa foragidos da justiça são presos em operação da DEICOR no Rio Grande do Norte


Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), deflagraram nesta quarta feira 10 de fevereiro de 2021, uma operação para dar cumprimentos a 03 mandados de prisão preventiva, nas Cidades de São José de Mipibu e em Parnamirim no Rio Grande do Norte em desfavor de Francisco Givanilson Clementino Duarte, vulgo "Pepeta", natural de Caraúbas, com 33 anos de idade, e Wallyson de Lima Souza, vulgo "Bimba", natural de Natal, com 32 anos de idade.

De acordo com a Polícia Civil os dois são integrantes de uma Organização Criminosa especializada em explosões a agências bancárias, bem como em ataques a carros-fortes, com atuação em todo estado do Rio Grande do Norte. Durante as diligências foram apreendidos entorpecentes (cidade de São José de Mipibu/RN – laboratório de drogas), prensa hidráulica, formas para fabricação de drogas, munições de calibre 12, dinheiro, uma camioneta, uma moto CRF 250 e um paredão de som (Paredão Chama na Bota), avaliado em R$ 200.000,00 (duzentos mil reais).

Um dos mandados de prisão de Pepeta foi expedido, após uma ação criminosa na cidade de Brejo do Cruz no estado da Paraíba, no dia 03 de setembro de 2017 onde ocorreu intensa troca de tiros na cidade de Campo Grande/RN, tendo sido apreendidos 03 fuzis. Já o mandado de "Bimba" é referente a uma ação da DEICOR na cidade Taipu/RN, em 2019, onde foram apreendidos 05 fuzis.

Pepeta também é investigado por ter participado da ação criminosa em São Paulo do Potengi/RN, em outubro do ano passado. As investigações continuam até a prisão dos demais envolvidos no roubo em São Paulo do Potengi/RN. A Polícia Civil pede para que a população continue enviando informações de forma anônima, através do disque denúncia 181, disque DEICOR (84) 3232-2862 ou ZAP DEICOR (84) 98135-6796.

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário