Preso de justiça monitorado, suspeito de envolvimento em latrocínio é encontrado morto em lote na Serra do Mel RN



O preso de justiça em liberdade monitorada por tornozeleira eletrônica, André da Silva Rodrigues conhecido como "Ferrugem", morador das Malvinas em Mossoró, foi encontrado morto, no final da tarde deste sábado 06 de fevereiro de 2021, em uma região de lote, na Vila Guanabara em Serra do Mel na região Oeste Potiguar.

O corpo foi encontrado por colonos e apresentava sinais de violência e já em estado de decomposição. O delegado de plantão em Mossoró, Teixeira Junior, acompanhou o trabalho da equipe do ITEP no local e informou que o corpo tem 98 por cento de chances de ser de Ferrugem, devido as características apresentadas pelo cadáver, como por exemplo uma tatuagem no braço com o nome de Thais, que seria o primeiro nome de sua irmã.

O delegado informou ainda que André é um dos suspeitos de envolvimento no crime de latrocínio, ocorrido na última quarta feira dia 03, na Vila Paraná em Serra do Mel, onde foi vítima Antônio Damião Galdino, que morreu ao tentar reagir a um assalto (Relembre AQUI). A Polícia que Ferrugem tenha sido baleado na troca de tiros com Damião Galdino e que na fuga acabou morrendo em consequência dos disparos.

Dos quatro envolvidos no crime, um deles, Ricardo José de Santana Júnior, residente no Bairro Bom Jesus em Mossoró, foi preso e está a disposição da justiça no Sistema Prisional e outro, no caso André da Silva Rodrigues, foi encontrado morto. Os outros dois continuam foragidos e procurados pela polícia.

Após os procedimentos de perícia no local, o corpo de André Ferrugem, foi recolhido e encaminhado para o IML do ITEP em Mossoró, onde passará por exames. Devido ao estado de decomposição do corpo, a perícia não teve como identificar o tipo de arma e a quantidade de perfurações no cadáver.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Atenção, antes de postar um comentário leia isto:

1. Todos os comentários postados neste espaço passarão por uma rigorosa análise antes de serem publicados.

2. Comentários que agridem verbalmente pessoas públicas só serão aceitos com identificação por meio de um cadastro válido.

3. Estes comentaristas devem se identificar com uma Conta Google, OpenID, LiveJournal, WordPress, TypePad ou AIM. Para todos os casos basta escolher a opção desejada no campo "Comentar como:" e logar.

4. Para responder um comentário basta clicar em “Reply” no comentário e escrever a resposta na frente do texto na janela que abrir. Exemplo: @<ahref="#c1234567890123456789">Anônimo</a> Olá, ótimo comentário. ConversãoConversão EmoticonEmoticon

Obrigado pelo seu comentário